Loading...
  • 0k
  • 0
Casos de Sucesso \ 24 de Junho de 2013

Os 6 Maiores Erros Durante Uma Entrevista de Emprego

Enquanto a maioria das pessoas terá 3 ou 4 entrevistas de emprego em toda a sua carreira, existem profissionais de RH que participam de 3 ou entrevistas em apenas um dia de trabalho! Portanto, quando for hora de se preparar para um entrevista de trabalho, nada melhor do que ouvir o que estes profissionais tem a dizer, não?

Fizemos uma pesquisa com alguns profissionais de RH, para sabermos quais os erros mais comuns cometidos durante as entrevistas de emprego, e ficamos surpresos com algumas das respostas…confiram aqui e veja como se portar durante a sua próxima entrevista de emprego:

Falar mal de um ex-empregador

Embora possa parecer algo óbvio, o erro mais comum cometido por um entrevistado ainda é, na maioria dos casos, falar mal de outra empresa/chefe ou função. Ao ser perguntado por que você saiu (ou quer sair) de um lugar, os entrevistadores não querem ouvi-lo queixar-se sobre o seu atual gerente ou falar mal de sua situação.

É sua obrigação ser criativo o suficiente para dar uma razão “diplomática” a respeito de porque você quer mudar de trabalho. Caso contrário, isso mostra que você não é maduro o suficiente, o que criar ressalvas para o entrevistador.

Numa entrevista de emprego, a fofoca é o seu principal inimigo.

Não saber quando parar de falar

Interromper o entrevistador é o maior erro que os entrevistados não percebem que estão cometendo. Geralmente é por causa do nervosismo causado pela entrevista, mas acaba atrapalhando o entrevistado, sem dúvida.

Para evitar ser prejudicado com essa situação preste atenção nas dicas sutis que o entrevistador passa, como mudar de posição constantemente ou “limpar” a garganta – se você notar alguma dessas pistas, é hora de parar de falar.

Embora seja importante estar solto, preste atenção para não falar demais.

Não reconhecer seus próprios erros

Duas regras muito importantes são: vista-se bem e seja pontual. Mas caso você vá se atrasar – o que é comum, convenhamos – envie uma mensagem ou email assim que possível. Enquanto uma pequena transgressão não significa o fim das suas chances, você deve reconhecer o erro antes de seguir em frente – ninguém é perfeito ou precisa ser.

O maior problema e ser incapaz de admitir seus erros. Se você cometeu algum deslize, assuma o erro, peça desculpas e pronto; você não só não será prejudicado, como o entrevistador irá respeitá-lo por isso.

Acima de tudo, seja modesto e admita quando errar.

Negligenciar a Carta de Apresentação

Todos os especialistas em RH admitiram que não eles não se importam se você sabe tirar fotos ou usar este ou aquele programa de computador, mas TODOS eles leem as cartas de apresentação com atenção. Ela é uma ótima oportunidade para demonstrar o seu entendimento sobre a área de atuação da empresa na qual você quer trabalhar.

Vale à pena investir tempo na confecção desta carta de apresentação, demonstrando não apenas seu conhecimento sobre o mercado, mas também sobre a empresa e a posição desejada. É nela que você vincula as suas realizações passadas à posição oferecida, mostrando como você poderá contribuir para o sucesso da empresa no futuro.

A Carta de Apresentação é tão ou mais importante do que o Currículo.

Falta de entusiasmo

Se você está se dando ao trabalho de preparar seu currículo e lavar o seu terno, pelo menos tente parecer adequadamente entusiasmado! Uma entrevista é uma oportunidade para aprender sobre a empresa, e vice-versa, mas você pode perder a posição se você não mostrar o quanto você quer esta vaga – e isso inclui fazer sua lição de casa e aprender tudo o que for possível sobre a empresa e seus entrevistadores.

Investigar a empresa e a vaga desejada sempre é algo considerado necessário pelos entrevistadores profissionais, mas no caso de “empate” entre dois candidatos, a pessoa que apresentar maior entusiasmo e interesse geralmente fica com a vaga.

Se você não está empolgado com a entrevista, quem garante que no trabalho isso será diferente?

Esquecer os bons modos

Quando se trata de uma entrevista de emprego, você quer fazer tudo o que for necessário para garantir a vaga, e isso deve incluir a boa e velha cortesia e educação. Algo aparentemente simples, como um aperto de mão firme, é percebido pelos entrevistadores como uma mensagem de confiança e entusiasmo.

Outro ponto importante levantado pelos experts diz respeito ao comportamento pós-entrevista: é muito importante que o candidato não se esqueça de enviar uma nota ou email de agradecimento, de preferência algo pessoal e que demostre que você criou uma conexão com o entrevistador e com a vaga.

Ser simpático ajuda muito nas suas chances de ser contratado.


Receba o
No Conforto da Sua Casa!

Assine o Wix Blog e não perca nenhuma novidade!

Hmmm, that's not a valid email address.

Aproveite! \  

Receba em primeira mão dicas atualizadas sobre como
promover seu negócio, Web Design, SEO e do Wix!

Hmmm, that's not a valid email address.