Loading...
  • 0k
  • 0
Google & SEO \ 1 de Abril de 2015

Medo do Google Analytics? 5 Dicas Fáceis Para os Novatos

Criar um site impressionante é algo que o Wix pode te ensinar a dominar facilmente. Mas há muito mais do que beleza quando se trata de ter a certeza que sua presença online está funcionando para o que você precisa. Esmiuçar um monte de dados pode parecer muito assustador, mas não precisa ser! Graças a ferramentas extremamente úteis como o Google Analytics não há mais necessidade de ficar fazendo jogos de adivinhação. Com apenas alguns cliques e com os apps certos e muito úteis você pode saber a verdade nua e crua sobre o que funciona e o que não funciona em seu site.

Antes de avaliar todos os seus dados, você precisa estabelecer os objetivos específicos para seu site. Qual o seu objetivo? Ter um grande número de leitores, vender seus produtos, que os visitantes escutem sua música ou vejam suas fotos? Dependendo do que você quer alcançar, é possível escolher indicadores diferentes e estabelecer valores diversos.

A seguir, alguns exemplos simples de estatísticas que você pode conferir quando estiver investigando o desempenho do seu site.

Medo do Google Analytics

Origens do Tráfego

Antes de você sequer começar a pensar em melhorar seu site, você precisa ter a certeza de que as pessoas o visitam. Recomendamos começar por ver a origem do tráfego em seu site. Assim você vai saber onde se encontram os seus atuais visitantes e isso pode ajudar a decidir onde você deve focar sua estratégia de marketing para poder atrair mais visitantes no futuro.

As três principais categorias da origem do tráfego são:

Direto: visitantes que digitaram a URL exata do seu site na barra de endereços.
Referência: visitantes que chegaram em seu site através de um link em outro site ou via as redes sociais.
Motores de Busca: visitantes que procuravam algo no Google, Yahoo, Bing, etc. e obtiveram o seu site como uma das opções apresentadas. Nesta seção você pode investigar tanto o tráfego orgânico como o tráfego pago.

Medo do Google Analytics1

Ao analisar estas informações, você precisa prestar muita atenção em algumas estatísticas-chave. O seu conteúdo e suas palavras-chave são suficientemente fortes (ou seja, seu SEO está sob controle)? Você recebe alguma referência ou então seu site está sendo compartilhado em algum outro local online? A sua URL é fácil o suficiente para as pessoas memorizarem e digitarem diretamente na barra de endereços? Isto é apenas a ponta do iceberg. Se você realmente quer ter informações mais aprofundadas, você pode instalar alguns apps como o SEO Analyzer para aumentar o tráfego do seu site e espiar a concorrência.

Medo do Google Analytics1_2

Visitas

Pense a respeito do seu site exatamente como pensaria sobre uma loja física. A sua página inicial é como sua vitrine – esta, está conseguindo atrair mais pessoas para entrarem? E uma vez que entraram, para onde elas se dirigem? Observação: é importante não só monitorar quantas pessoas visitam seu site de uma maneira geral, mas também monitorar cada página individualmente.

Resumindo – conseguir um número grande de visitas em seu site está diretamente relacionado à sua estratégia de marketing e ao seu SEO (como mostramos acima). Uma vez que as pessoas estiverem visitando seu site, podemos dar um passo adiante e avaliar quais as páginas que têm maior tráfego e quais têm menos. Estes números vão dar um valioso feedback que você vai poder usar em benefício do seu site. Edite seu site para melhorar as páginas que têm pouca visualização, reproduza o conteúdo das páginas que fazem sucesso e altere o layout para encorajar cliques e mais.

Medo do Google Analytics2

Tempo no Site

Você quer que seus visitantes não só entrem em seu site, mas que fiquem lá por um bom tempo! Isto é uma verdade especialmente para lojas virtuais, blogs e galerias. Na verdade, o número de pessoas é menos importante do que ter uma base sólida de seguidores que curtam o seu trabalho e que provavelmente irão se engajar ou até que mesmo fazer uma compra. Não negligencie este número porque ele é crítico. A pergunta que você precisa se fazer é: quanto tempo os visitantes ficam em cada página e onde é que você os está? Com o Web – Stat você pode até seguir tudo isso em tempo real. Um exemplo pode ser que muitos visitantes chegam até a página do seu site, onde podem escutar sua música, e saem em menos de um minuto. Ao mesmo tempo que isso não é uma boa notícia, é bom saber para poder investigar. Outro exemplo é que talvez não sejam muitas as pessoas que entram em seu blog, mas o tempo médio que ficam nele é de mais de 7 minutos. Isto é um imenso sucesso!

Medo do Google Analytics3

Dados Demográficos

Quem está conferindo seu site? Acredite ou não, a internet sabe de tudo. Sim, é chocante, sabemos disso. O mais louco de tudo é que você pode saber facilmente e com precisão que tipos de pessoas visitam seu site. Um relatório básico pode incluir a idade, gênero e os interesses. Você pode se aprofundar ainda mais em centenas de informações, como, de onde são as pessoas, que outros sites visitam, o que compram e muito mais. Com estes dados você pode ajustar a estética e o conteúdo ao seu público certo e até aperfeiçoar seu produto.

Medo do Google Analytics4

Conversão

Ao final do dia você quer ver resultados. Se você está investindo pesado em sua estratégia de marketing, estes números são essenciais para evitar ter de fazer adivinhações e assim você poderá monitorar o sucesso de suas campanhas. Desta forma é possível decidir entre manter aquele projeto emocionante de marketing ou cancelá-lo, de acordo com o nível de conversão. Se você ainda não começou a vender, você pode experimentar algumas estratégias com a ajuda do Marketing Automation e testar a eficiência para seu negócio único.

Quando você analisa a taxa de conversão, as principais questões a serem verificadas são, por exemplo, quantos visitantes assinam a sua newsletter ou quantos se encaminham para o carrinho de compras e, realmente, compram seus produtos? Mais ainda, aquele cupom que você distribuiu em Março está trazendo mais clientes do que aqueles que vieram como tráfego orgânico nos meses de Janeiro e Fevereiro? Você pode rastrear a taxa de conversão estabelecendo objetivos no Google Analytics e analisando os relatórios que recebe regularmente.

Medo do Google Analytics5

Lembre-se apenas que verificar esses números não vai fazer seu negócio explodir. Leve seu tempo para estabelecer objetivos alcançáveis e que possam ser analisados e resolva uma coisa por vez.

Pronto para levar seu negócio para o mundo virtual? Crie um site grátis com Wix!


Receba o
No Conforto da Sua Casa!

Assine o Wix Blog e não perca nenhuma novidade!

Hmmm, that's not a valid email address.

Aproveite! \  

Receba em primeira mão dicas atualizadas sobre como
promover seu negócio, Web Design, SEO e do Wix!

Hmmm, that's not a valid email address.