• 0k
  • 0
Redes Sociais \ 22 de abril de 2014

Você Imagina Como Será a Próxima Grande Rede Social?

A história começa há vários anos. O Facebook não foi a primeira rede social e também não permanecerá no seu reinado absoluto para sempre. Devemos entender que as redes sociais nascem com um propósito claro exigido pelas sociedades modernas: criar espaços onde há um sentimento de comunidade e, ao mesmo tempo, manter a individualidade daqueles que cada vez mais se distanciam da comunicação em massa e relações interpessoais mais profundas.

Pesquisas feitas nos últimos anos reafirmam que os seres humanos precisam de um espaço que os livre de suas inibições, colocando-os assim no mesmo nível de formadores de opinião. Assim, eles têm a oportunidade de se comunicar com tais líderes no mesmo patamar.

Quando juntamos esses dois mundos, as redes sociais passam a fazer sentido e a presença de marcas nas mesmas passa a ser lógica e clara. Desta forma, podemos analisar alguns dos aspectos deste fenômeno e prever o que as próximas gerações de redes como o Facebook e o Google+ poderão nos trazer no futuro.

Vamos tentar descobrir, mesmo com possíveis erros, qual será o futuro das redes sociais.

Você Imagina Como Será a Próxima Grande Rede Social

Compartilhar minhas tristezas e alegrias – com quem eu quiser

Embora o desejo de fazer parte de um grupo maior seja cada vez mais crescente na sociedade, a essência do mesmo não tem boa aceitação. A necessidade de aplausos emocionais e de se obter cada vez mais “curtidas” coloca o ego em uma localização privilegiada e busca ferramentas para fazer com que o locutor no outro lado sinta-se abraçado.

Entretanto, um dos maiores benefícios das mudanças recentes no Facebook e Google+ é a opção de determinar com quem dos seus contatos você quer compartilhar o seu conteúdo. Esta situação aumenta e define mais claramente o sentimento de comunidade, deixando sob o seu controle a decisão de até onde o relacionamento vai e com quem você quer se envolver.

Sendo assim, acreditamos e esperamos que o próximo grande fenômeno tenha esta vantagem clara e estabelecida. Sejam eles chamados de grupos ou círculos, a decisão de com quem compartilhar algo ou não estará (como deveria sempre estar) nas mãos do usuário, que será cada vez mais autônomo.

Você Imagina Como Será a Próxima Grande Rede Social

Espaços novos e interativos para publicidade

Hoje em dia, as empresas que querem anunciar no Facebook podem fazê-lo através de um útil e engenhoso sistema de direcionamento, onde podem decidir para quem e como serão seus anúncios. No entanto, a interatividade não é natural quando vemos tal anúncio em nosso feed nas redes sociais.

Existem dois fatores importantes a se considerar: O primeiro está relacionado à lealdade gerada pela experiência própria, ou seja, a importância de se ter uma interatividade real com o produto. O segundo fator está relacionado à aceitação, já que ninguém gosta de ver anúncios irrelevantes para si. Portanto, não é loucura pensar que a tecnologia futura permitirá uma interação real dos usuários, e esta interação gerada em novas plataformas fará com que você um dia se lembre do tempo em que clicava em imagens, da mesma maneira que hoje nossos pais recordam quando o homem pousou na lua.

O usuário será parte ativa do anúncio e as empresas que anunciam terão a capacidade única de compreender e integrar em seus produtos as opiniões daqueles que mais importam: os consumidores. Os anúncios serão mais como convites e sugestões, e menos como imposições.

Você Imagina Como Será a Próxima Grande Rede Social

Limites apagados

Embora seja cada vez mais difícil, ainda é possível encontrar diferenças entre o que, há algumas décadas, eram dois paradigmas diferentes: a comunicação interpessoal era dividida entre “cara-a-cara” ou “digital”.

Desde o surgimento do primeiro dispositivo móvel com jogo da serpente, e mesmo antes, temos sido capazes de nos relacionarmos com a comunicação em nosso dia-a-dia, seja ela automática ou em diferentes formatos, envolvendo ou não o uso de uma tela. Desde então, ambos os paradigmas influenciaram um ao outro, criando um feedback contínuo.

O novo fenômeno das grandes redes sociais, de acordo com nossa “bola-de-cristal digital”, terá uma integração mais completa com nossas vidas diárias, uma espécie de “Matrix”, onde, às vezes, será muito difícil identificar se a pessoa está dentro ou fora de uma virtualidade que será cada vez menos virtual. Será a rede social que ultrapassará os limites dos roteadores, modems e 4G. A rede social onde, gostemos ou não, viveremos e que vamos construir juntos.


Receba o Blog do Wix
no conforto da sua casa!

Assine o Wix Blog e não perca nenhuma novidade!

Opa, esse não é um email válido.

Opa, esse não é um email válido. Email already exists

Opa, esse não é um email válido. Invalid email

Aproveite! \ 

Receba em primeira mão dicas atualizadas sobre como
promover seu negócio, Web Design, SEO e o Wix!

Opa, esse não é um email válido.

Opa, esse não é um email válido. Email already exists

Opa, esse não é um email válido. Invalid email