• 95k
  • 18
Pequenos Negócios \ 14 de junho de 2017

8 Pecados Capitais Que Todo Blogueiro Deve Evitar

Como você já deve saber, com o Wix você pode criar um blog incrível com facilidade. Além de ser uma paixão ou um passatempo, um blog pode te ajudar a melhorar a visibilidade do seu site, a se posicionar como especialista na sua área e a entrar em contato com seus clientes. Não está absolutamente certo se vale o esforço? Veja aqui 7 motivos para ter um blog para seu negócio.

A lampadinha da sua mente já se iluminou, a pesquisa necessária você já fez, o teclado está pronto e a ideia perfeita para um post está na ponta dos seus dedos. Pare! Há alguns erros comuns que todos nós – de uma maneira ou de outra – podemos cometer quando se trata de “blogar”. Se você não prestar muita atenção é seu artigo que vai pagar um preço alto por isso. Felizmente, nós reunimos alguns dos erros cometidos com maior frequência em blogs e algumas dicas úteis para ajudar a evitá-los.

1. Escrever só por escrever

Ser pago por palavra é o método padrão de pagamento para muitos redatores de colunas, mas quando se trata do seu próprio blog, nem sempre a quantidade se traduz em qualidade. É importante ter em mente que um dos principais objetivos do seu blog é proporcionar informações valiosas a seus leitores. Não escreva para “encher linguiça”, como dizem por aí, mas como um chef preparando um jantar com 5 pratos diferentes.

Um dos principais objetivos do seu blog é proporcionar informações valiosas a seus leitores.

Um artigo de blog de qualidade deve ser preciso. Se você conseguir explicar suas ideias com clareza em 200 palavras, não há necessidade de esticar e fazer do artigo um pequeno romance. Além disso, a maioria de nós tem uma tendência inerente a falar (no caso da web, a escrever) sobre nós mesmos. Um toque pessoal aqui e ali é legal, mas ficar só falando da sua vida não é bom. Tenha sempre em mente o leitor. Em outras palavras: Amarás teu leitor como a ti mesmo – e mais ainda.

2. Contentar-se com um título razoável

O título é a porta de entrada para seu artigo. Deve ser curto, amigável a mobile e atrair a atenção. Como você sabe, a concorrência é acirrada; seu conteúdo provavelmente vai ter que competir pela atenção dos leitores com gatos dançando em cima de pianos e pandas que espirram arco-íris! Não desvalorize seu artigo com um título chato, que possa lembrar aos leitores as mais recentes alterações na tabela de alíquotas do imposto de renda. Mas preste atenção! Você também não deve fazer do título o equivalente virtual a um letreiro ou outdoor!

O título é a porta de entrada para seu artigo. Deve ser curto, amigável a mobile e atrair a atenção.

O título precisa ser um ARRASO. Deve ser explicativo, atrativo e curto, mas sem esquecer o “tio Google”. Uma forma fácil para criar esse título de ouro e que pode ser utilizado diversas vezes é usando a seguinte fórmula mágica:

Por exemplo, se você tem um blog de comida e acabou de escrever a “Guerra e Paz” das receitas de pizza, você não deve escrever um título como ‘Receitas de Pizza para todos”. Ao invés disso, que tal “Como facilmente fazer uma pizza que todos os seus convidados nunca esquecerão”.

Como criar o título perfeito para um post no seu blog

3. Negligenciar a introdução

Sabe a música “Love at First Sight” da Kylie Minogue? É um dos pilares da música pop do início do novo milênio. Além da melodia que agora vai ficar na sua cabeça durante dias, você pode aproveitar uma dica importante deste sucesso estrondoso. Faça seus leitores se apaixonarem pelo seu texto desde o início. A introdução, ou seja, as primeiras palavras que você escrever, são sua primeira e única oportunidade para ditar o tom e mostrar sua abordagem para todo o artigo.

Faça seus leitores se apaixonarem pelo seu texto desde o início.

Leitores na internet não dão segundas chances a ninguém: leem rápido e decidem mais rápido ainda se o conteúdo diante de seus olhos vale o tempo que vão investir na leitura.

4. Subestimar ou superestimar seu leitor

A não ser que seu blog seja sobre resenhas de pesquisas acadêmicas de física quântica, é melhor manter o conteúdo bem leve. Além disso, se você acabou de aprender uma técnica usada por fotógrafos canhotos na Romênia, por favor, nos poupe desse seu suposto grande conhecimento. Só blogs que atendem a nichos muito específicos conseguem usar linguagem intelectual e termos técnicos sem afastar metade dos seus assinantes.

Mantenha o conteúdo bem leve.

Por outro lado, seus leitores também não estão buscando um conteúdo para ler tomando um copo de leite morno abraçados a um ursinho de pelúcia. Os leitores escolheram ler seu blog, por isso você sabe que devem ser pessoas brilhantes, inteligentes e com conhecimento. Trate-os com respeito. E qual a regra mais fácil e importante que se deve seguir? Escrever como uma pessoa normal. Imagine que está conversando com um colega de trabalho, um amigo ou um membro da família (exceto seu sobrinho pequeno; espere até ele ter uns 4 anos de idade).

5. Esquecer seus “links” vitais!

Imagine que seu blog post é uma nova comunidade situada numa ilha. Cada hiperlink que for implementado no texto é como uma ponte, uma nova rota de transporte ou uma companhia aérea de baixo custo, que é até relativamente confiável, mas voa em horários péssimos. Os links são sua conexão com o mundo exterior. Ajudam a alavancar seu ranking perante o SEO, melhorar sua usabilidade e te permitem dar crédito a outras fontes pela valiosa contribuição em seu rico e bem concebido post.

Hyperlinks são sua conexão com o mundo exterior.

O público na internet está habituado a uma leitura interativa – pulando de uma página para outra e seguindo notas de rodapé interessantes. A experiência de usuário proporcionada pelo post em seu blog não deve ser diferente.

8 Pecados Capitais Que Todo Blogueiro Deve Evitar

6. Publicar sem ler seu texto (duas ou três vezes)

Erros de ortografia são uma excelente forma de seus leitores saberem que você não os leva a sério. Errar é humano; usar o corretor ortográfico é divino. Com as ferramentas modernas, é imperdoável e muito pouco profissional publicar conteúdo com erros de ortografia. Não deixe que destruam seu post. E frases cortadas ao meio e sem lógica também não são bem vindas.

Errar é humano; usar o corretor ortográfico é divino.

Não aguenta olhar para a tela por mais de um segundo? Não tem problema. Envie o texto para pessoas da sua família e amigos darem mais uma olhada. Outros olhos vão ter uma percepção diferente e estão sempre mais ligados quando se trata de erros de ortografia.

7. Não dar uma olhada geral em todo o seu artigo

Quando as pessoas chegam a um blog, sua decisão de ler um artigo depende, em grande parte, da aparência do texto. Mas também não é a hora de ir ao Google para saber “como fazer seus artigos terem aquele jeitão de foto fazendo biquinho”. Neste momento estamos falando de espaçamento, subtítulos, etc. Quando as pessoas analisam uma página, primeiro dão uma olhada rápida (a maioria das vezes vão verificar a página usando a forma de um “F”). As pessoas não vão começar a ler seu trabalho ao se darem conta que tem um parágrafo grande de umas 400 palavras direto. Dividindo o texto, incluindo títulos para as seções internas e proporcionando informação não verbal, você vai ajudar os leitores a terem a noção se seu artigo é a companhia perfeita para os próximos 15 minutos no metrô ou no ônibus.

Quando as pessoas chegam num blog, sua decisão de ler um artigo depende, em grande parte, da aparência do texto.

Concluindo, facilite as coisas para que seu público leia:

  • Divida o texto em diversos parágrafos.
  • Inclua subtítulos.
  • Adicione tabelas, quadros e gráficos.
  • Inclua fotos e ilustrações.
  • Use negrito ou itálico para enfatizar partes do seu texto.

8. Guardar tudo só para você

Compartilhar é amar. As pessoas não vão ter um alarme no relógio para a hora da sua publicação semanal, nem vão procurar seu nome na web para poder encontrar seu novo post. Mesmo que só tenha um pequeno grupo de seguidores fieis, você precisa se promover. Os botões sociais que se encontram ao final da página não estão lá só para decoração. Use-os.

Compartilhe seu blog em todos os canais com os quais você trabalha, mas ao mesmo tempo procure evitar os erros comuns mais desastrosos nas redes sociais. Talvez seja o momento de abrir contas no Linkedin e em outras plataformas sociais que vão te ajudar a atrair novos e fiéis leitores. Ao mesmo tempo envie um Wix ShoutOut atraente para seus colegas e amigos anunciando sua nova criação. Além disso, não há nada de errado em pedir a seus pais que compartilhem seus posts. Não é muito diferente da época em que você pendurava seus desenhos na porta da geladeira.

Compartilhe seu blog em todos os canais com os quais você trabalha

Pronto para compartilhar sua obra-prima em porções semanais? Crie um blog com Wix!


Receba o Blog do Wix
no conforto da sua casa!

Assine o Wix Blog e não perca nenhuma novidade!

Opa, esse não é um email válido.

Opa, esse não é um email válido. Email already exists

Opa, esse não é um email válido. Invalid email

Aproveite! \ 

Receba em primeira mão dicas atualizadas sobre como
promover seu negócio, Web Design, SEO e o Wix!

Opa, esse não é um email válido.

Opa, esse não é um email válido. Email already exists

Opa, esse não é um email válido. Invalid email