• 497k
  • 33
Promova Seu Site \ 1 de agosto de 2017

6 Tendências de SEO para Você Aproveitar e Subir no Google

Nós aqui do Wix Blog consideramos que é nosso dever te ajudar a otimizar seu site perante os motores de busca. Você já aprendeu o básico do SEO (otimização dos motores de busca) e conseguiu adquirir uma boa compreensão da arte da pesquisa por palavras-chave, agora você está pronto para levar seu conhecimento técnico para um nível acima. Como você pode imaginar, exatamente como no web design ou nas redes sociais, o mundo mágico do SEO também tem suas próprias tendências.

Muitos fatores impactam a evolução do algoritmo do Google: a transformação dos hábitos dos usuários (um excelente exemplo é adaptação em curso, devido ao crescimento do uso da web em dispositivos móveis), a forma como as pessoas usam os resultados de busca (estamos procurando respostas mais rápidas e mais curtas) e até as questões dos internautas estão sujeitas a certas mudanças.

Veja a seguir o que você precisa saber sobre a pesquisa online em 2017 – uma visão completa das mais recentes tendências do SEO. Se um ranking alto no Google é uma prioridade para você, pegue papel e caneta, e continue lendo (brincadeira, ninguém mais usa papel e caneta):

1. O Google está destacando mais os “snippets”

Destacando o quê mesmo? Um “snippet” em destaque (também chamado de resposta direta) é o resumo de uma resposta para a questão mostrada no topo da página de resultados. Frequentemente é uma lista com marcadores ou de passos numerados. A vantagem: os usuários conseguem as respostas às suas questões diretamente na página de resultados. Agora vamos procurar entender a lógica por trás disso tudo.

O Google quer ajudar as pessoas a encontrar as respostas para suas questões o mais rapidamente possível. Para isso, cada vez mais estes “snippets” em destaque estão sendo mostrados no topo das páginas de resultados.

Com os “snippets” em destaque, muitos usuários estão encontrando a informação que buscam sem nem precisar clicar em um dos links gerados numa busca. Para perguntas desde “como fazer pão de banana” a “filmes com Matt Damon”, o Google está mostrando estes “snippets” em mais de 32% das questões. Em 2015 este número era de 28% e a expectativa é que aumente drasticamente.

E o que isto significa para você?

Os “snippets” em destaque são extraídos diretamente do conteúdo do site que o Google considera que tem a melhor resposta. Pense quais questões seus clientes perguntariam. Depois redija um texto em seu site que responda diretamente a estas questões mais comuns. Também ajuda ter seu texto configurado como uma lista com marcadores com a pergunta acima do texto. Isto aumenta as chances do Google escolher o conteúdo do seu site para mostrar num “snippet” em destaque.

2. As pessoas estão fazendo perguntas mais compridas com propósitos mais específicos

À medida em que os usuários estão ficando mais habituados a procurar informações no Google e em outros motores de busca, eles estão ficando mais exigentes em suas buscas. Hoje em dia, em vez de procurar apenas por “botas”, por exemplo, o internauta mais provavelmente vai procurar por “botas de chuva infantis impermeáveis”. Na resposta o Google também está melhorando os resultados que correspondem à intenção específica do usuário atual.

E o que isto significa para você?

Para fazer uma boa otimização do seu site, você precisa chegar ao ponto central do que seus clientes estão procurando. Quanto mais você compreender a intenção específica deles, melhor você vai se sair. Tente determinar palavras-chave de cauda longa (long tail keywords) que captem os desejos do seu potencial público alvo. Estas palavras-chave são frases compostas por pelo menos 3 a 4 palavras que realmente respondem às questões dos seus clientes da forma mais precisa possível.

Por exemplo, se você é dono de uma pizzaria em São Paulo, não vai querer usar termos como “pizza” ou “pizzaria” já que estes são termos muito abrangentes. A Domino’s e outras grandes cadeias vão sempre estar no topo da lista dos resultados de busca. Mas se você usar uma palavra-chave de cauda longa como por exemplo “pizzaria artesanal na Vila Madalena”, você aumenta as suas chances de constar no Google com um ranking elevado.

Este é um dos motivos pelos quais você deve adicionar um blog ao seu site. Esse mesmo dono de pizzaria poderia escrever um post no blog sobre a melhor “mozarela em São Paulo” ou “onde encontrar os melhores ingredientes para pizza em São Paulo” que incluiriam de forma natural estas mesmas palavras-chave de cauda longa. Em última análise, também aumentaria a probabilidade de seu site ser encontrado no Google.

3. O mobile é cada vez mais importante

A cada ano que passa, uma porcentagem maior das buscas é feita através de dispositivos mobile. Lá no passado remoto de 2015, a busca a partir de dispositivos móveis ultrapassou a busca a partir de desktops, e os números não param de crescer. Como resultado disso, o Google anunciou em novembro de 2016, seu planos de lançar um índice “mobile-first” (primeiro o mobile) onde, ao determinar o seu ranking, o site mobile será priorizado ao invés do site para desktop. Isso significa que, em breve, seu site mobile vai ser o mais importante quando se trata de SEO.

O Google também está de olho nas AMPs (Accelerated Mobile Pages – Páginas Mobile Aceleradas) que carregam mais rapidamente em dispositivos mobile do que as páginas normais. As AMPs criam um conteúdo simplificado para seu site mobile que aparece instantaneamente em todos os aparelhos móveis. Para termos relevantes de busca, páginas da Web com AMPs tendem a ter um ranking mais alto no Google.

E o que isto significa para você?

Em primeiro lugar, você precisa de uma fantástica versão mobile do seu site. Se seu site é Wix você já tem um site mobile! Não deixe de conferir o Editor Wix Mobile onde você vai encontrar como fazer para seu site mobile ter uma aparência incrível e uma navegação fácil nos celulares. Em seguida, você pode ativar o Google AMP que vai ajudar seus blog posts a carregarem mais rápido.

4. Muitos usuários estão usando a busca por voz

A busca por voz está crescendo à medida que mais e mais pessoas estão procurando por respostas para suas questões usando a Siri, Alexa e Amazon Home. Apesar da busca por voz ainda representar uma porcentagem relativamente pequena das buscas, nossa expectativa é que, nos próximos anos, sua influência no SEO irá aumentar significativamente. Buscas por voz tendem a ser mais longas, já que as pessoas falam para estes dispositivos como se estivessem falando com uma pessoa. Além disso, os usuários usam a busca por voz quando querem uma resposta rápida e direta como por exemplo a previsão do tempo para o dia seguinte, o resultado do jogo ou quantas gramas de farinha equivalem a meia xícara. Geralmente, não fazemos uma busca de voz esperando receber um artigo de 1000 palavras para ler.

E o que isto significa para você?

Quando se trata de fornecer respostas simples a questões simples, como a previsão do tempo para amanhã, o Google vai mostrar essa informação diretamente na Página de Resultados, roubando cliques preciosos de sites como o seu. Para atrair um tráfego valioso para O SEU SITE, você precisa criar o que é chamado de conteúdo complexo. Este é o tipo de conteúdo que nunca poderia ser respondido com um pequeno “snippet” de texto no topo da página de resultados do Google. Quando for escrever um novo conteúdo para seu site, você consegue se distanciar dos concorrentes criando um conteúdo que mostra toda a sua experiência e dá valor ao seu site. Opte por um conteúdo mais complexo e profundo ao invés de respostas rápidas.

Você também pode tentar atrair cliques para seu site com um conteúdo que dê respostas a questões específicas do seu nicho de especialização; questões que o Google não poderia responder direto e de forma instantânea na sua página de resultados. O mais importante, você vai conseguir que no futuro seu site continue sendo relevante aperfeiçoando as informações que os internautas não conseguem obter diretamente do Google e, dessa forma, atraindo mais cliques para as páginas do seu site.

5. O Google está pegando uma fatia maior do bolo das buscas

O Google é uma empresa e, como qualquer empresa, quer ganhar dinheiro. Hoje em dia, o Google está direcionando mais tráfego de busca para sites e publicidades de seu “ecossistema”. Não, isto não é uma democracia onde “todos os sites foram criados iguais” e a verdade é que o Google está dando preferência a sites que podem lhe gerar cliques e dinheiro. De acordo com Rand Fishkin do Mozilla, um total de 49% do tráfego de buscas do Google vai para sites como o YouTube e Google Meu Negócio que são propriedade do Google.

E o que isto significa para você?

Se você quer que seu negócio apareça nas Páginas de Resultados de Busca, deve promover suas páginas em sites que pertencem ao Google, como o YouTube e o Google Maps. Crie um canal no YouTube e poste vídeos relacionados ao seu site sempre que possível. Se você tem um pequeno negócio local, então você PRECISA ter um perfil no Google Meu Negócio e ter certeza de que os usuários conseguem encontrar sua empresa usando o Google Maps.

6. O “cross-channel marketing” é cada vez mais importante

Apenas SEO não é mais suficiente e você não pode depender de uma única forma para trazer novos clientes para seu site, por mais testada e provada que seja. À medida com que os concorrentes e os clientes ficam cada vez mais experientes e o Google cada vez mais ambicioso com a estrutura de suas Páginas de Resultados de Busca, você precisa trabalhar mais e mais para atrair tráfego da web e converter seus visitantes.

E o que isto significa para você?

Para fazer o marketing online do seu negócio em 2017 ser um sucesso, você precisa ter uma abordagem em diversas frentes; trabalhar para atrair novos clientes através das redes sociais, via um blog, com uma campanha de tráfego paga (PPC) e também usar as técnicas tradicionais do SEO. É muito provável que uma única abordagem não traga o sucesso desejado, mas quando você coloca todas juntas, umas complementam as outras e o resultado é um impacto maior!

Como exemplo, se você começa promovendo seu novo site no Google ou no Facebook vai poder melhorar suas estatísticas, como o Tempo de Permanência na Página ou a Taxa de Rejeição (a porcentagem de visitantes que chegam em sua homepage e não clicam em nenhuma das outras páginas). Números mais favoráveis ajudarão o Google a olhar seu site como um site de valor aumentando as chances deste aparecer nas melhores páginas de resultados.

E não é só isso: O Wix quer te dar uma mãozinha

Ninguém conhece seu negócio, seu setor e sua região geográfica melhor do que você, mas nós entendemos um pouquinho de SEO e queremos ajudar! Para isso, lançamos o Wix SEO Wiz. Nesta nova solução, você entra com as informações que só você possui e nós entramos com a analise do seu site para definir se ele foi otimizado da melhor forma para os motores de busca. No final, o Wix SEO Wiz cria um plano de trabalho, com metas para você cumprir e melhorar seu posicionamento nos resultados de busca!

Pronto para aparecer em primeiro lugar no Google? Comece por criar um site!