• 606k
  • 53
Promova Seu Negócio \ 11 de setembro de 2017

Guia Rápido: Como Criar Conteúdo para o Instagram

Muito se falou ultimamente de Snapchat, e o Twitter ainda é a fonte mais rápida para notícias e tendências na internet. Mesmo assim, para uma presença online completa, além de uma página no Facebook e um site incrível, é essencial estar no Instagram – e saber usá-lo como ninguém!

Aliás, conhecer o Instagram a fundo já não é mais tão simples como na longínqua era em que tudo o que você tinha que escolher era o filtro a ser adicionada à sua foto quadrada. Os últimos anos trouxeram os vídeos, as fotos em novos formatos, e até os álbuns – sem falar no famigerado algoritmo que ninguém pediu e deixou de exibir o conteúdo em ordem cronológica.

Para as marcas, é sempre um desafio se destacar de forma orgânica em meio a todas as fotos de comidas e corridas, todos os copos do Starbucks com os nomes errados e todas as selfies da noite de sexta-feira.

Por isso, organizamos estas dicas para você encontrar seu lugar ao sol – sem esquecer de um bom #filtro (solar):

Consistência estética

Seja você um seguidor de celebridades, tutoriais de maquiagem e penteado, ou páginas de humor, logo perceberá que cada um tem um certo padrão. É claro que a identidade visual de seu perfil no Instagram não precisa ser tão rígida quanto a identidade da sua marca como um todo. Por outro lado, manter um certo um padrão trará um tom profissional ao seu perfil, e ajudará a fixá-lo no inconsciente de seus seguidores, o que é importante para que eles decidam parar para olhar seu conteúdo ao invés de rolar o feed para ver o que foi publicado recentemente pelos amigos.

Um exemplo de projeto que usa o Instagram de forma consistente é o Humans of New York. O Instagram do Humans of New York tem uma programação específica: todo dia, uma foto de um habitante de Nova Iorque, com sua história de vida ou um episódio peculiar de sua trajetória. É um projeto de tanto sucesso que foi copiado em todo o mundo e já até saiu uma turnê sulamericana que incluiu algumas capitais brasileiras.

Outro excelente exemplo de consistência estética é – veja você – o Instagram da Kim Kardashian. A celebridade americana publica todo tipo de conteúdo – desde dias na piscina até ensaios fotográficos profissionais, passando por gatinhos, e fotos do marido e dos filhos. Mesmo assim, a maioria de suas fotos tem os mesmos tons, dimensões similares e não têm bordas – há aqui uma clara identidade visual!

Pode copiar, só não faz igual

Já citamos dois exemplos universais de conteúdo criado tendo o Instagram em mente, mas ninguém conhece a sua região e o seu ramo de negócios como você. Dê uma olhada no que seus concorrentes estão fazendo (quem sabe para identificar exatamente o que NÃO estão fazendo?) e como se comportam as marcas que você admira, e que “falam” de forma similar ao tom que você almeja usar no seu perfil.

Não há nenhum problema em buscar inspiração nos reis e nas rainhas do Instagram, desde que você os use apenas para encontrar seu próprio tom. Lembre-se que seu principal objetivo é divulgar sua marca com originalidade e honestidade. Quando o cliente entrar em contato com seu trabalho, de nada adiantará o Instagram mais descolado se todo esse clima não se reflete no seu produto ou serviço.

A cada piscada, uma nova tendência

Lembra quando falamos que a Kim Kardashian não usa bordas no seu perfil do Instagram? Agora vá conferir seu próprio feed e conte quantas fotos com bordas você encontra. Pois é. Por mais que o aplicativo ainda ofereça a possibilidade de adicionar bordas às imagens, elas já não fazem parte do conjunto de ações principais sugeridas na criação de um post, e os 103 milhões de seguidores são um indicativo de que ela dita tendências – ou ao menos as reverbera.

E o Boomerang, com aqueles videozinhos curtos e repetidos em loop, que parecem até GIFs? Essa tendência não é tão marcante quanto a ausência de bordas, e já até está passando. Mas não tinha uma época em que metade dos posts do Instagram eram feitos com o Boomerang? Basta ficar de olhos bem abertos para identificar a próxima onda a ser surfada!

Mais é menos

Você já percebeu a proliferação de posts retratando apenas uma pessoa (ou um objeto) trajando cores básicas contra um fundo branco – seja ele uma parede, uma mesa ou mesmo o chão – como no ensaio acima, que fizemos para o Instagram do Wix. O Instagram é uma rede desenvolvida para o smartphone e seu conteúdo deve ser criado tendo isso em mente. A tela relativamente menor exige que o que houver de mais importante em seu post seja destacado para saltar aos olhos de quem o vê, sem disputar espaço com fundos coloridos e outros objetos chamativos.

Aliás, esta regra também vale para a frequência com que você publica. Divulgar uma nova coleção com fotos individuais de cada produto em um intervalo de poucos minutos surtirá um efeito certeiro: você perderá seguidores. Aliás, com o advento dos álbuns, você parecerá alguém que não sabe usar o Instagram, ou que não se adaptou à sua nova realidade.

Sem medo de ser feliz

Nós dedicamos muito tempo dizendo o que fazer, quem copiar, o que seguir e o que evitar, mas o Instagram é seu e quem deve tomar as decisões finais é você, tendo em mente sua visão do quê sua marca deve transparecer. Se você tiver uma ideia completamente diferente de tudo o que viu por aí, vá em frente! Quem sabe não é nascimento de uma nova tendência?

Quer alcançar um público maior para seu negócio? Crie um site grátis com o Wix!