5 Erros Para Evitar ao Criar um Negócio de eCommerce



Com tantas plataformas disponíveis, personalizáveis e com preços acessíveis, nunca foi tão fácil criar uma loja virtual e vender através de “marketplaces” já estabelecidos. Mas o crescimento do seu negócio de eCommerce vai depender da sua capacidade em conseguir novos clientes e em aumentar as vendas para seus clientes atuais. Qualquer canal de vendas com o qual você deseja trabalhar irá te consumir tempo, dinheiro ou energia e, portanto, cabe a você encontrar o equilíbrio certo para o seu negócio. Mesmo para os profissionais mais experientes em eCommerce, pode ser um desafio fazer crescer a sua receita e ampliar seu negócio.

Erros são uma parte natural de todo o crescimento e podem ser uma excelente oportunidade de aprendizado, mas mesmo assim, é bem provável que todos nós iremos concordar que é preferível evitar esses erros. Estar consciente das armadilhas mais comuns que acontecem com outros empreendedores da área de eCommerce pode te ajudar a evitar a perda de oportunidades e erros que podem sair muito caros.

No Wix, queremos ajudar pequenos comerciantes a evitar erros típicos de profissionais de marketing novatos com esta lista de 5 erros a serem evitados ao configurar um negócio de comércio eletrônico:

  1. Não Conhecer Seu Público-Alvo

  2. Não escolher o canal de eCommerce mais adequado

  3. Não Cuidar de Suas Páginas de Produtos

  4. Criar uma Experiência de Compras Precária

  5. Oferecer um atendimento ao cliente ineficiente

1. Não Conhecer Seu Público-Alvo

Um dos maiores erros que o dono de um negócio pode cometer é não definir claramente o seu público-alvo ou não tirar um tempo para compreender o que motiva seus consumidores.

Você realmente não pode esperar que as pessoas certas simplesmente cheguem no seu site só porque você tem um produto que elas possam querer ou que necessitam. Você precisa fazer com que os consumidores conheçam a sua empresa e produtos que chamem sua atenção. E para isso você tem que saber quem eles são e de que forma pode alcançá-los.

Sem ter uma ideia clara de quem é seu público-alvo, qualquer iniciativa de marketing que você tome vai ser completamente às cegas. Conhecer seu público vai te ajudar a descobrir que imagens usar nos seus anúncios, que palavras usar nas descrições, de quais redes sociais participar ativamente e muito mais.

Portanto, invista tempo e energia em conhecer e compreender seus clientes em potencial:

  • Quais são seus problemas ou questões recorrentes?

  • O que eles estão buscando?

  • Quais são seus hobbies (passatempos) e interesses?

  • De quais grupos ou subculturas eles fazem parte?

  • Quais valores são importantes para eles?

  • Onde e de que forma eles se engajam com conteúdo virtual?

Definir e compreender seu público-alvo vai te ajudar a criar uma mensagem da marca que possa repercutir com seu público e uma experiência de compras que os faça comprar muitas outras vezes.

2. Não escolher o canal de eCommerce mais adequado

Não basta saber quem é seu público-alvo; você também precisa saber qual a melhor maneira para alcançá-los. Eles estão no Facebook? Eles compram na Amazon ou no eBay? Eles leem newsletters enviadas por email? Se você não sabe as respostas a estas questões, seus produtos provavelmente nunca serão vistos pelos compradores relevantes, por mais valiosos que os produtos possam ser.

Os canais de venda por eCommerce não funcionam todos da mesma forma e nem mesmo atendem ao mesmo público. Alguns são excelentes para alcançar consumidores que estão efetivamente procurando por um produto enquanto outros funcionam bem para alcançar clientes que já interagiram anteriormente com a sua loja virtual. Vender online é um interminável processo de tentativa e erro, testando e otimizando. Procure compreender como funcionam esses novos canais e depois não tenha receio de experimentar novas formas para alcançar os potenciais consumidores.

Comece por definir os resultados ideais para seus esforços de marketing.

Esses objetivos podem ser:

  • Atrair potenciais clientes que estão efetivamente procurando

  • Se engajar de novo com clientes anteriores

  • Alcançar uma perspectiva de novos clientes

  • Aumentar a quantidade e/ou a qualidade do tráfego

Com base nos seus objetivos, selecione os canais de eCommerce mais adequados para conectar a sua empresa a potenciais consumidores:

Os motores de busca são excelentes ferramentas para segmentar as pessoas que estão efetivamente procurando por um produto. Estas pessoas já estão interessadas e tendem a se converter mais rapidamente em compradores. Motores de busca como o Google e o Bing oferecem muitas opções de propaganda, como anúncios em texto, anúncios em imagens, lista de produtos e marketing de busca por voz. Otimizando o SEO do seu site de eCommerce, você pode ter um ranking orgânico para termos de busca relacionados e dessa forma conseguir um crescimento de valiosas fontes de tráfego gratuito para seu site.

Marketplaces online também são uma excelente forma para alcançar clientes que estão efetivamente fazendo uma busca e que podem facilmente verificar muitos produtos de diferentes categorias. Amazon e eBay são marketplaces muito populares que podem proporcionar uma exposição para muitos compradores, mas que também podem ser muito competitivos. Marketplaces locais ou nichos menores podem oferecer mais visibilidade e gerar vendas a um custo menor.

Email marketing também é uma excelente forma para alcançar consumidores com um grande potencial de conversão. Estes são clientes anteriores que já compraram de você ou são consumidores suficientemente interessados na sua empresa para fornecerem seus endereços de email, o que faz com que seja mais provável que comprem de você no futuro.

Retargeting te permite segmentar clientes que visitam seu site. Muitos consumidores abandonam seus carrinhos, mas frequentemente ainda estão interessados e portanto mais fáceis de converter. O remarketing pode ser feito através de canais como o Google e Facebook adicionando um pixel de rastreamento exclusivo ao seu site que em um outro momento vai mostrar anúncios aos visitantes do seu site. Certifique-se também de configurar emails automáticos sobre carrinhos abandonados para lembrar aos clientes sobre os produtos do seu site que eles estão considerando comprar.

Redes Sociais te permitem alcançar aqueles consumidores que não necessariamente estão procurando por um produto, mas estão abertos a novas ideias ou conteúdo. Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest são usados por milhões de pessoas todos os dias no mundo todo e oferecem uma capacidade de segmentação bem detalhada com base no estilo de vida, no perfil demográfico e no comportamento.

3. Não Cuidar de Suas Páginas de Produtos

Potenciais consumidores não interagem fisicamente com seus produtos antes de comprá-los, mas eles se engajam com suas páginas de produto. Essas páginas têm que convencer os clientes a comprar o produto no seu site ao invés de comprar de outras pessoas.

Crie excelentes páginas de produtos que atraiam os compradores:

● Forneça descrições de produto precisas e tentadoras, incluindo recursos, especificações e benefícios.

● Mostre seus produtos com fotos de produto de alta qualidade ou em vídeo.

● Inclua avaliações do produto e depoimentos, estes são os principais fatores na conversão para compradores - mas certifique-se que as avaliações tenham aspecto de legítimas e autênticas.

● Otimize o SEO das suas páginas de produto - inclua todas as palavras-chave relevantes e certifique-se de não estar copiando e colando as descrições do fabricante ou do fornecedor uma vez que conteúdo em duplicado pode causar penalizações nas páginas pelos motores de busca.


4. Criar uma Experiência de Compras Precária

Uma vez que os compradores passarem pelos passos iniciais do seu funil de vendas está na hora de concretizar o negócio. Infelizmente, este é o momento onde muitas empresas de eCommerce se deparam com carrinhos abandonados. Se um consumidor decidiu que quer comprar seu produto não coloque obstáculos no seu caminho.

Simplifique seu Carrinho de Compras

Se os clientes precisam ficar procurando como é o processo de checkout, provavelmente eles vão ficar frustrados e desistir antes mesmo de efetuar a compra. Para aumentar o número de conversões, simplifique o máximo possível o processo de checkout de forma a eliminar o máximo de passos para chegar ao seu carrinho de compras. Tenha botões grandes e texto curto e remova todos os campos desnecessários.

Não exija que os consumidores tenham que criar uma conta antes de efetuar uma compra

Proporcione aos compradores um checkout simplificado para comprar o produto que desejam e para que você possa receber o dinheiro deles. Só depois disso pense em adicioná-los à comunidade da sua marca ou às listas CRM.

Não surpreenda os compradores com taxas inesperadas

Fazer uma compra envolve um grau de confiança e você não vai querer dar aos consumidores qualquer motivo para que pensem que você não está sendo absolutamente honesto com eles. Pagamentos inesperados como impostos ou taxas de entrega podem afastar potenciais clientes. Isso não significa que você mesmo vai ter que cobrir os custos dos impostos e da entrega - simplesmente forneça toda essa informação bem antes dos consumidores chegarem à página de checkout.

Proporcione aos consumidores diversas opções de pagamento

Você não vai querer perder um cliente porque ele não consegue ter um meio para te pagar. Existem dezenas de meios de pagamento online, desde cartões de crédito a carteiras digitais e soluções para pagamento usando dispositivos móveis. Você não precisa oferecer todas as opções, mas tente descobrir quais os meios de pagamento que seu público-alvo prefere e foque nesses.

5. Oferecer um atendimento ao cliente ineficiente

Seus clientes são o coração da sua empresa. Não só é mais fácil e mais lucrativo manter um cliente atual, mas provavelmente esse cliente vai fazer mais negócios com a sua empresa se você oferecer um excelente atendimento ao cliente.

Um atendimento ao cliente ineficaz, desde uma demora em responder ou mostrar impaciência até não oferecer reembolso é a maneira certa para perder os clientes atuais e não conseguir novos.

Fatores que influenciam o bom atendimento ao cliente:

  • Sua maneira de responder às mensagens de seus clientes em seu site.

  • Suas respostas e comentários nas redes sociais.

  • O tratamento que você dá às reclamações de seus clientes por telefone e por e-mail.

Esteja disponível sempre que os clientes precisarem oferecendo toda a atenção e apoio necessários.

Aprenda com estes erros de eCommerce a vender mais e a crescer online

Compreender os erros mais comuns dos novatos e também dos mais experientes em negócios de eCommerce é essencial para o seu crescimento.

A princípio, você vai conseguir antecipar e evitar cometer esses mesmos erros. Mas você também vai aprender que cometer esses erros não necessariamente significam o fim do seu negócio.

Se você compreender que cometeu um erro e conseguir consertá-lo, seu negócio vai continuar a crescer e a prosperar. Não só seu site de eCommerce vai ser otimizado para ser bem sucedido, mas você também vai conseguir criar uma comunidade de clientes felizes e leais que ficam empolgados para comprar seus produtos frequentemente.



Publicado pela Equipe Wix





pt03.png