• 54k
  • 35
Promova Seu Site \ 23 de janeiro de 2018

Dicas do Especialista: O que é gestão de comunidade?

Quando eu disse ao meu pai que sou um Gerente de Comunidade no Wix ele ficou muito orgulhoso e eu também. Até que um dia ele me apresentou a um amigo dele e disse: “Você conhece meu filho Manu, ele trabalha com computadores”. Espera um pouco! É verdade que eu conheço os escritórios da Microsoft, também sei usar o Paint sem problema, mas especialista em computador está bem longe de ser verdade. Por outro lado, todos os meus amigos riem quando eu falo o que é o meu trabalho porque acreditam que passo a maior parte do meu tempo no Facebook. O que é verdade até certo ponto, mas não pelos motivos que você está pensando.

Hoje em dia, gestão de comunidade é essencial para qualquer empresa que tem como objetivo ter uma poderosa presença online. Permite alcançar um público em permanente expansão e também visar pessoas relevantes para seu negócio, tudo num ambiente familiar e sem gastar um centavo. Uma vez que você criou seu incrível site – usando Wix, obviamente, e não estou tentando influenciar – uma das melhores formas para promovê-lo é construir uma comunidade em torno do site.

E aí vem a pergunta de um milhão de dólares:

O que é gestão de comunidade?

Essencialmente, gestão de comunidade consiste em construir uma comunidade online em torno do seu negócio – você nunca teria adivinhado, certo? O caminho para fazer isso é criando e administrando suas redes sociais e seu blog. Por quê? Porque te dá a oportunidade de interagir com seus seguidores ou assinantes de uma forma mais direta e autêntica, tipo olho no olho. Além disso, publicar conteúdo nestes canais ajuda a canalizar mais interesse para a sua marca, usando o que é chamado no jargão profissional de marketing de conteúdo. Resumindo, o objetivo é ajudar, informar e entreter sua comunidade. E eu já ia me esquecendo da cereja do bolo: é grátis!

Agora que o conceito geral já está um pouco mais claro, tudo o que você precisa fazer é montar uma estratégia de redes sociais adaptada à sua própria marca. Para isso você deve se fazer algumas perguntas básicas: Onde devo publicar meu conteúdo? Com que frequência devo postar? Qual tipo de conteúdo devo postar?

Vamos nos aprofundar:

Onde devo publicar?

Cada uma das plataformas sociais tem sua própria maneira de funcionar e de atender diferentes necessidades e expectativas. De acordo com a identidade do seu negócio e seu público alvo, cada uma das seguintes redes sociais vai corresponder aos seus objetivos de marketing à sua maneira.

Community Management: O que é gestão de comunidade?

É o maior império social – no momento. Praticamente todas as empresas deveriam ter sua presença nesta rede social. A magnitude desta plataforma (quase 2 bilhões de usuários) tem seu lado positivo, mas também tem um negativo. Por um lado você tem a possibilidade de alcançar um público infinito. Por outro lado o algoritmo foi construído de forma a levar os posts com maior engajamento para mais pessoas. Resumindo, se você não consegue atrair a atenção e gerar um engajamento imediato (também conhecido como reação) suas publicações podem morrer mais rápido que um personagem de Game of Thrones.

Veja aqui um guia completo de como ter sucesso no Facebook>>

Community Management: O que é gestão de comunidade?

O reino de viciados nas duas telas (ou seja: tuitar pelo celular sobre o que está acontecendo na TV). O Twitter é uma rede social dinâmica e muito rápida – você só tem 280 caracteres por tweet. O território do passarinho azul pode ser muito interessante para aquelas marcas cujo marketing é baseado em conteúdo escrito e que reagem rápido às novidades.

Tudo o que você precisa saber para dominar o Twitter está aqui >>

Community Management: O que é gestão de comunidade?

Nessa era das selfies e do “food porn”, o Instagram já se provou como uma das mais poderosas mídias sociais em termos visuais. Se a sua estratégia de marketing se baseia mais em conteúdo visual, não há nenhuma dúvida de que você deveria tentar. Restaurantes, artistas, fotógrafos, estilistas e outros devem todos estar nesta plataforma, mas muitas lojas e prestadores de serviços também podem tirar proveito do Insta!

Veja aqui algumas dicas de um profissional para se tornar um guru do Instagram >>

Community Management: O que é gestão de comunidade?

Hoje em dia, o vídeo está no coração da guerra do marketing. Até gigantes como o Facebook tentam inovar e incluir conteúdo em vídeo para aumentar sua participação nesse campo competitivo (e lucrativo). Para as empresas que produzem conteúdo em vídeo, como tutoriais, comerciais e depoimentos, entre outros, é inevitável estar no YouTube. E se tiver tempo, seria muito bom começar seu próprio canal.

Veja aqui como começar seu próprio canal do YouTube >>

Community Management: O que é gestão de comunidade?

Snapchat é uma das mais populares plataformas sociais entre a geração Z – você a geração que inclui os adolescentes e os adultos mais jovens – não é Z de Zumbis, apesar que poderia ser bem divertido. O aplicativo pode parecer um pouco confuso no início, pois sua interface é diferente das outras plataformas. Além disso, o aspecto efêmero dos snaps pode não ser algo muito natural para os usuários da “velha guarda” das redes sociais. Mas vamos encarar a realidade: os usuários do Snapchat são os consumidores de amanhã. Vale a pena tentar, nem que seja para compreender a mentalidade dessa geração.

Veja aqui algumas excelentes dicas do Snapchat >>

Community Management: O que é gestão de comunidade?

Linkedin é uma rede para profissionais. Qualquer conteúdo informativo, além de informações relativas a RH e notícias sobre a empresa são bem-vindos. Claro que há alguma flexibilidade, mas o espírito geral é esse aí.

Veja como brilhar no Linkedin >>

Community Management: O que é gestão de comunidade?

Há muitas e boas razões para começar um blog para o seu negócio. Em seu blog, você pode expressar sua criatividade, mostrar sua experiência, compartilhar as notícias da sua empresa e comunicar qualquer coisa relacionada ao seu campo profissional. Além disso, um blog também é uma excelente ferramenta para alavancar seu SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para motores de busca) e melhorar sua visibilidade online. A quantidade de trabalho é maior e consome mais tempo, mas o esforço vale totalmente todo o investimento.

Quer começar a “blogar”? Você vai achar muito úteis estas dicas de como escrever um bom blog >>

Nem precisamos falar que há muitas outras redes sociais que você pode usar. Por exemplo, eu nem mencionei o Pinterest que é excelente para tudo aquilo que é visual, principalmente para os produtos que são vendidos online. De qualquer maneira, pesquisar as redes mencionadas acima é definitivamente um bom começo. Aqui você tem um excelente artigo sobre como escolher a melhor rede social para o seu negócio – não precisa nem me agradecer, o prazer é todo meu.

Dicas gerais: Quando? O quê? Quantos?

O conteúdo que você publica deve variar significativamente de acordo com a natureza das redes sociais nas quais você quer investir. Dito isso, veja a seguir algumas recomendações que você deve levar em consideração independente de qual delas seu <3 mais gosta:

  • Publique com frequência (mas evitar fazer spam): Publicar compulsivamente todos os dias da semana não vai ser nada bom para a sua presença social. Você vai parecer um(a) spammer e isso pode produzir o efeito contrário. Use ferramentas de agendamento como Buffer ou Hootsuite para planejar antecipadamente as suas publicações para toda a semana. Claro que dependendo das plataformas sociais escolhidas você pode aumentar ou diminuir o número de posts diários – mesmo que não haja uma regra específica sacramentada para isso. Por exemplo, você deve publicar mais no Twitter que no Facebook. No Twitter, o feed se movimenta muito rápido e às vezes fica muito sobrecarregado, por isso é uma prática comum publicar várias vezes ao dia (5 ou mais). Já no terreno do Zuckerberg, é melhor publicar de 1 a 2 vezes por dia porque pode afetar seu alcance e engajamento – como já mencionei anteriormente, o Facebook pode ser um pouco mais complicado. Por fim, não esqueça de escolher cuidadosamente o horário. O “timing” é a chave de tudo: você precisa  pegar seu público no momento em que está todo mundo conectado.
  • Oferecer qualidade (melhor que quantidade): Como já falei anteriormente, você deve investir um tempo para produzir posts fortes que possam gerar engajamento em vez de publicar um monte de conteúdo. Principalmente no Facebook onde a “qualidade” da sua página é avaliada de acordo com o interesse geral que ela gera. De qualquer maneira, vamos ser honestos, independente de algoritmos e outros palavrões, é sempre melhor focar na qualidade. Seus seguidores e os leitores do seu blog vão agradecer por esse esforço.
  • Diversifique o conteúdo: A monotonia é o pior inimigo de um gerente de comunidade. Para não cair na mesmice, você deve tentar usar conteúdo de diferentes tipos e formatos. Alterne entre posts com mais conteúdo e publicações mais leves e divertidas. Tente usar imagens, vídeos, GIFs, links e o que mais você desejar. O importante é manter um certo equilíbrio uma vez que aqui o que está em pauta é seu branding.

Community Management: O que é gestão de comunidade?

  • Reaja aos temas do momento: Uma das formas mais interessantes e divertidas para criar conteúdo é usando os tópicos que são o assunto do momento. Não precisa ser um assunto político. Você pode criar um post para o lançamento de um produto novo e super legal, para a nova temporada do seu seriado favorito na TV (mas tenha cuidado para não violar os direitos autorais) ou alguma nova tendência na internet. No Twitter, as “trending hashtags” são uma ferramenta excelente para ficar bem informado sobre uma comunidade online – veja este mapa interativo que você pode usar para ter a certeza de estar sempre antenado com tudo o que acontece.

Community Management: O que é gestão de comunidade?

  • Use seu calendário: Seu calendário é um dos itens mais úteis de suas ferramentas online. Você pode criar antecipadamente conteúdo adequado para ocasiões especiais. Quer organizar um bazar digital de doações para o Natal? Crie posts para suas redes sociais, desde o design ao conteúdo, e verifique todos os aspectos legais para estar tudo certo, assim quando chegar o momento você pode fazer o papel do Papai Noel digital como um verdadeiro herói!
  • Interaja: Ser social é o mais importante de tudo. Você até pode publicar algo incrível, mas se não assumir o controle da sua comunidade, não vai conseguir grande coisa a partir daí. Fale com seus seguidores, responda a comentários e proporcione ajuda aos que estão pedindo. Certifique-se de estar interagindo com sua comunidade de uma forma aberta, honesta, como se fosse olho no olho. Como diz o velho ditado: ame seus seguidores como ama a si mesmo.
  • Divirta-se! Einstein dizia, “A criatividade contagia, passe-a adiante”. O primeiro passo para se assegurar que sua comunidade vai curtir o seu conteúdo é gostar de criá-lo. Não tenha receio de falhar ou de experimentar novas ideias porque no final das contas  erros fazem parte do gerenciamento das mídias sociais. Você pode aprender com os erros e melhorar seu conteúdo de acordo com isso. Afinal, a internet é isso mesmo – inovação.

Community Management: O que é gestão de comunidade?

  • Esteja sempre atualizado: Um novo recurso do Facebook acabou de ser lançado? Experimente! Todas as redes sociais estão constantemente lançando novas ferramentas e recursos. Estas novas formas de publicar e compartilhar conteúdo frequentemente geram muito interesse, pelo menos inicialmente. Os usuários da internet ficam curiosos para ver e compreender como essas ferramentas ou recursos vão funcionar e ver como as diferentes marcas vão se aproveitar disso para suas próprias necessidades. E os primeiros a experimentá-los são sempre os melhores “cases”.
  • Seja consistente: Seu negócio precisa “falar” visualmente e textualmente de forma clara e consistente. Sua missão, se você a aceitar, é fazer seu público te reconhecer de imediato. A única regra: estar alinhado com a identidade e valores da sua marca para  conseguir fazer a promoção da mesma como um profissional.
  • Analisar & otimizar: Hoje em dia, quase todas as redes sociais já têm uma ferramenta de análise incorporada. Para o blog, o Google Analytics é uma excelente opção. Assim que começar a publicar, verifique o desempenho de cada uma de suas obras-primas e veja o que funciona e o que não funciona. A partir daí você pode otimizar sua estratégia de conteúdo de acordo com os resultados.

Conclusão:

É desnecessário dizer que estas dicas são apenas a pontinha do iceberg e não é nenhuma coincidência se este artigo parece mais uma página da Wikipédia,  é só levar em consideração a quantidade de hiperlinks que tem o artigo. Você não precisa publicar todos os dias em todos os cantos; o que é bom, uma vez que como dono de uma pequena empresa isso nem é uma opção –  o seu tempo é um recurso precioso.

Escolha suas batalhas de acordo com as necessidades da sua marca e aos poucos você vai descobrindo onde investir e em que conteúdo deve focar. Em outras palavras, se há um ponto que deve ser lembrado, este seria: vá tentando e aprendendo. Você vai descobrir o mundo mágico da gestão de comunidade simplesmente mergulhando no assunto e metendo a mão na massa. Que aventura!

Espero que você se divirta administrando sua comunidade tanto quanto nós!

Quer ser poderoso(a) online? Crie seu incrível site ainda hoje >>

Por Equipe Wix

Receba o Blog do Wix
no conforto da sua casa!

Assine o Wix Blog e não perca nenhuma novidade!

Opa, esse não é um email válido.

Opa, esse não é um email válido. Email already exists

Opa, esse não é um email válido. Invalid email

Aproveite! \ 

Receba em primeira mão dicas atualizadas sobre como
promover seu negócio, Web Design, SEO e o Wix!

Opa, esse não é um email válido.

Opa, esse não é um email válido. Email already exists

Opa, esse não é um email válido. Invalid email