• 299k
  • 36
Promova Seu Site \ 2 de outubro de 2018

Guia Passo-a-Passo: Como Criar um Podcast

Um podcast é uma mistura do formato tradicional de rádio com a tecnologia de gravação moderna, tudo isso animado pelos poderosos valores da internet e pelo movimento pela cultura grátis. Não é apenas uma ótima alternativa ao vídeo, se você não está procurando ser uma estrela do YouTube, como também é uma excelente forma de se engajar com seu público. A ideia de começar um podcast, uma transmissão só de áudio (na maior parte dos casos), pode parecer como uma ideia nova, mas isso pode não ser o caso. Apesar de ter sido em 2004 que a internet (ou o mundo?) viu o lançamento do primeiro podcast, desde então temos visto um ressurgimento. Hoje em dia, os podcasts são uma grande alternativa ao blog se você prefere expressar sua opinião com a voz em vez de tentar ser o próximo Machado de Assis numa série de artigos de blog. Apesar de dar um pouco mais de trabalho do que escrever um post, são mais fáceis para o público digerir, uma vez que as pessoas podem se envolver passivamente escutando um podcast praticamente em qualquer lugar.

Antes de pressionar o botão de gravar e publicar seu podcast no iTunes ou no seu próprio site, há algumas coisas que você deve levar em conta. Veja nosso guia passo-a-passo sobre como começar um podcast:

01. Defina seus objetivos

Antes de você se jogar no seu estúdio de gravação (improvisado), deve estar 100% ciente de onde está se metendo. E qual a primeira coisa a fazer? Defina o objetivo que está por trás do seu podcast e comece a partir daí. Isso pode ser bastante simples, como “Eu quero ser bem pago” ou “Eu quero informar meu público”. Não importa, desde que você seja apaixonado pelo tema. Mergulhe fundo e vá em frente. Uma vez estabelecido seu objetivo final, você sempre pode voltar atrás quando questionar alguma coisa ao longo do caminho. “Será que esta ação vai ajudar a alcançar meu objetivo?”

Este também é o momento de tomar importantes decisões estratégicas, incluindo os principais tópicos que você vai cobrir no seu podcast para que seu público saiba aproximadamente o que o espera quando sintonizar, além da frequência, a programação e estrutura dos episódios. Se você tem um parceiro ou um co-apresentador para seu podcast, defina logo quais as respectivas atribuições e o que esperar de cada um. Por exemplo, um está encarregado de editar o áudio do podcast e de publicá-lo, enquanto o outro é responsável por qualquer trabalho gráfico, caso isso seja necessário para os episódios. E ambos devem gerenciar suas contas nas redes sociais. Quanto mais cedo forem determinados estes objetivos, melhor.

02. Aceite a dura realidade

Criar seu próprio podcast vai ser muito divertido, especialmente se você é apaixonado pelo assunto que está cobrindo. Dito isso, você vai precisar encarar certos fatos que são inevitáveis. Esta dura verdade é algo com o qual você vai precisar conviver para poder ir em frente, mas que não deve desestimular de forma alguma. Veja a seguir alguns exemplos do que você pode esperar:

  • Perdão, mas é mais do que provável que haja múltiplos podcasts como o seu e, provavelmente, em muitos casos, você vai cobrir exatamente a mesma coisa em alguns episódios. Ainda assim, o mundo do podcast ainda não ouviu a sua opinião pessoal e sua interpretação sobre cada assunto, então certifique-se de fazer o melhor que puder!
  • Faça pela diversão, não pela fama. Você vai acabar por ficar decepcionado se estiver constantemente procurando conseguir aquela grande oportunidade com um dos seus episódios. Desde que continue adorando criar seu podcast, você já sai ganhando.
  • Vai acabar se tornando um emprego como outro qualquer, que às vezes bate aquela preguiça, mas tem que fazer. É como ir à academia: você não tem que ir, mas sabe que deveria ir.

03. Invista em equipamento

Exatamente como na maioria dos empreendimentos, é muito provável que você não tenha tudo o que é necessário para começar seu próprio podcast – e mesmo se você acha que tem, é muito possível que não tenha. Sim, é bem verdade que tecnicamente tudo o que você precisa é um assunto para comentar e um dispositivo de gravação, mas se quiser levar a sério seu podcast, vai precisar investir em algum equipamento básico. Comece com um microfone e um equipamento para gravar, mixar e editar áudio.

Um, dois, testando, testando: O tipo de microfone que você vai comprar depende em grande parte na forma como você vai captar seu áudio mas, há uma disponibilidade abundante assim como uma vasta faixa de preços para microfones USB. Nota: Quando comprar um microfone é bom ultrapassar o seu orçamento. Aumentar o orçamento em R$200,00 ou até R$100,00 pode resultar em um microfone surpreendentemente melhor, especialmente se é o seu primeiro.

Gravando: Como mencionamos acima, após adquirir o microfone, você vai precisar descobrir como vai gravar seu áudio. Há vários formas de fazer isso, mas uma das mais fáceis é gravar diretamente no seu computador usando um programa de gravação. Há muitas opções gratuitas disponíveis e a maioria dos computadores já vêm com programas (super básicos) de gravação de áudio.

Edição: Depois que você gravar suas trilhas de áudio, vai precisar encontrar um programa de edição para que fique bom. Isso inclui adicionar diversas trilhas juntas se você tem mais do que uma pessoa falando, retirar pausas, silêncio e adicionar efeitos sonoros e música de fundo. Há muitos softwares que você pode escolher, mas se está procurando um programa de edição gratuito e poderoso que vai te levar onde você quer chegar, então experimente o Audacity. Quando se trata de adicionar música e efeitos sonoros, não pense que você pode jogar o que quiser nas trilhas sonoras. Bem, na realidade você até pode, mas não se surpreenda se for processado por violação de direitos autorais. Exatamente como quando se usa fotos de um banco de imagens, aqui você também precisa se certificar que tem as licenças adequadas para usar o áudio, ou se está usando trilhas livres de royalties. O YouTube é uma das melhores fontes para encontrar música gratuita. Sua Biblioteca de Áudio hospeda muita música que seus criadores podem adicionar aos seus vídeos, mas também é música livre de royalties que pode ser usada em qualquer lugar. Além disso, há diversos artistas que postam suas músicas  para serem usadas gratuitamente desde que você lhes dê o crédito pelo seu trabalho.

Encontre um local para hospedar seu podcast: Depois de gravar e editar seu podcast, você precisa fazer o upload dele para algum lugar e sim, depois de alguns episódios, provavelmente vai ser necessário pagar. Não são poucas as opções à escolha, mas você deve pesquisar primeiro antes de se decidir por uma delas.

Como Criar um Podcast: Escolher o Equipamento

04. Planeje com antecedência, e inclua sua preguiça

Este pode até parecer um passo fácil, mas na realidade pode ser bem difícil. Mesmo se seu podcast é um simples passatempo, ainda assim surgirão alguns momentos em que você não vai querer fazer. Um convite de última hora para ir na piscina da casa de um amigo ou para assistir aquele filme novo vão surgir no exato momento em que você estava planejando gravar seu próximo episódio. No entanto, você não precisa se preocupar. Há maneiras de contornar esses contratempos, mas você vai precisar se planejar antecipadamente:

  • Digamos que você lança seu podcast toda terça-feira de manhã, tente não gravá-lo na segunda à noite, a não ser que você curta ter esse tipo de estresse. Permita-se um tempo para respirar entre gravar e editar, e logo notará uma perspectiva diferente de como foi – e você pode acabar percebendo que aquele trecho que você queria cortar fora, afinal pode valer a pena deixar ficar. Exatamente como um artista que está lutando com uma pintura, às vezes, você também precisa voltar com “outros ouvidos”.
  • Quando fizer suas gravações, você deve tentar manter seus episódios com o mesmo intervalo de tempo. O ponto certo normalmente fica entre 40 minutos a uma hora. Mas não importa quanto tempo você decidir que vão ter seus episódios, desde que os mantenha com a mesma duração para construir a expectativa dos seus ouvintes. Por isso não tenha um episódio de uma hora em uma semana seguido de um episódio de 20 minutos na semana seguinte.
  • É uma boa ideia ter um esboço do que você vai debater no episódio que vai gravar, para não se desviar do caminho certo. Isto é essencial para não fugir do assunto e também para ficar longe das tangentes. No entanto, nós não aconselhamos a escrever todo o episódio. Ninguém quer escutar você lendo, a não ser que esse seja o assunto do seu podcast.
  • Pode levar um tempo, mas chegará o momento em que você não vai conseguir lidar com seu podcast porque está com preguiça. Isso não é um problema! Mas tenha um plano para esses dias, gravando antecipadamente episódios que sejam atemporais. Apesar de poder ser chato organizar uma segunda sessão de gravação, especialmente se você tiver outros apresentadores, vale todo esse esforço a mais. Posso garantir que mais adiante você vai se agradecer por ter esses episódios “na gaveta”.

05. Leve seu podcast às redes sociais

Você pode não ter se dado conta, mas fica mais tempo nas redes sociais do que gravando seu podcast, e por um bom motivo. Se você tem um podcast semanal, tem um dia por semana que seus ouvintes vão dedicar toda a sua atenção a você, porque tecnicamente é isso que você lhes oferece. Compartilhando seu conteúdo original (e o conteúdo relevante de outras pessoas) nos seus perfis nas redes sociais, você pode marcar presença em todos os outros dias, quando não tem um novo episódio para lançar. Obviamente, as redes sociais são excelentes plataformas para empurrar sua marca, e também para encontrar seu público e interagir com os fãs. Não negligencie esta parte. É aqui que você vai estar quando não estiver gravando, editando ou fazendo upload do seu mais recente episódio.

Como Criar um Podcast: Divulgar nas Redes Sociais

06. Disponibilize seu podcast em todos os lugares

Quando começar a configurar seu podcast no servidor onde vai hospedá-lo, você vai receber um URL do feed do podcast. Para enviar seu podcast a diferentes diretórios, como iTunes, Google Play ou SoundCloud, na maioria dos casos, você só vai precisar preencher um formulário com o nome do seu podcast, site e o URL do feed. Alguns locais podem dar um pouco mais de trabalho para enviar seu podcast, por isso, se você se atrapalhar, simplesmente digite no Google “Como enviar podcast a X” e é quase certo que encontrará a resposta que procura. Mesmo se você nunca ouviu falar de determinado diretório de podcasts ou acha que não vale perder seu tempo procurando, pense duas vezes. Você está buscando exposição para seu podcast, então jogue a rede mais abrangente possível.

07. Mostre seu podcast em um site incrível

Apesar de ser definitivamente uma excelente sensação poder buscar no iTunes e ver seu próprio podcast surgindo, nada realmente supera ter um site dedicado a isso, mostrando o que é e quem são as pessoas por trás do seu podcast. Você pode adicionar links para seu podcast em qualquer plataforma onde as pessoas possam escutá-lo, e muito mais. O site é seu, e você não vai estar preso ao estilo do iTunes ou do Google Play, ou de qualquer outro local onde possa ser encontrado. O seu site também é o local onde você pode compartilhar alguma coisa sobre você e outros apresentadores, caso seus fãs queiram saber mais sobre você e sua equipe. Criando uma página de contato, você tem a maneira perfeita para que empresas entrem em contato para diversas oportunidades comerciais. Isso é algo que você não vai encontrar no diretório de podcasts.

Pronto para levar seu podcast online? Crie seu incrível site hoje!

Por Equipe Wix

Receba o Blog do Wix
no conforto da sua casa!

Assine o Wix Blog e não perca nenhuma novidade!

Opa, esse não é um email válido.

e-mail já existe

Opa, esse não é um email válido.

Aproveite! \ 

Receba em primeira mão dicas atualizadas sobre como
promover seu negócio, Web Design, SEO e o Wix!

Opa, esse não é um email válido.

e-mail já existe

Opa, esse não é um email válido.