top of page

O que é SEO: o guia completo para iniciantes


Capa do artigo sobre o que e SEO.

Atualizado em: Junho 2024


Nos dias de hoje, recorremos ao Google em busca de respostas para praticamente todas as nossas perguntas. Portanto, não é de se admirar que os proprietários de sites e negócios de todo o mundo façam o possível para que suas informações possam ser encontradas ali. 





A primeira etapa para um ótimo SEO é criar um site em uma plataforma que facilite a personalização e as atualizações de conteúdo, bem como que forneça as ferramentas necessárias para otimizar os elementos do site. Sugerimos o uso de um criador de site como o Wix, que permite a atualização de maneira simples e oferece ferramentas de SEO integradas.


SEO é a prática de otimizar seu conteúdo para que ele apareça em posições mais altas nos resultados de busca. Depois de ter as bases do seu site prontas, você precisará prestar atenção a vários pequenos detalhes, como metadados e links, que podem ajudar a melhorar suas classificações. Este artigo abordará o que é necessário para implementar esses detalhes e garantir que eles atendam aos padrões de SEO.


Leitura bônus: quais são os tipos de marketing?


O curso online e grátis do Wix Learn (com legendas em português) contém dicas valiosas sobre como promover o seu negócio, levando sua ideia para o próximo nível. Confira abaixo:






O que é SEO?


SEO, ou otimização dos motores de busca, é o processo de otimização de sites para que eles tenham uma boa classificação nos motores de busca por meio de pesquisas orgânicas (não pagas). Essa é uma das estratégias de marketing mais importantes para qualquer negócio.


Como o objetivo do Google é proporcionar uma experiência de usuário positiva para seus pesquisadores, ele precisa apresentar as melhores informações possíveis disponíveis. Assim, o foco das iniciativas de SEO deve ser garantir que os motores de busca reconheçam seu conteúdo como a principal informação na web para uma determinada consulta.



Como funciona o SEO?


Os motores de busca usam robôs que rastreiam páginas da web em toda a internet para determinar o conteúdo que elas apresentam e, consequentemente, seu assunto. Esses robôs examinam o código, capturando o texto escrito, as imagens, os vídeos e outros elementos que aparecem nas páginas para reunir todas as informações disponíveis.


Depois de coletar dados suficientes sobre o tipo de conteúdo disponibilizado em cada página e determinar que ele será útil para os pesquisadores, esses robôs adicionam essas páginas ao índice. Esse índice consiste basicamente em todos os resultados possíveis na web que um motor de busca armazena para fornecer a um pesquisador em potencial.



Para entender o que e SEO, e preciso entender como funcionam os mecanismos de busca.


Os motores de busca avaliam qual é o melhor resultado com base no que os pesquisadores estão procurando, bem como em outras informações já existentes online. Quando alguém realiza uma pesquisa, o algoritmo faz a correspondência entre a consulta do usuário e as informações relevantes em seu índice, fornecendo aos pesquisadores uma resposta precisa. Em seguida, as plataformas usam centenas de sinais para determinar a ordem em que o conteúdo será exibido para cada pesquisador.





É importante observar que o Google não divulga detalhes específicos sobre seu algoritmo ou processo, sendo impossível saber exatamente quais fatores afetam a indexação e as classificações. Portanto, o SEO não é uma ciência exata e, mesmo quando parece que todas as otimizações foram implementadas, muitas vezes é preciso paciência e ajustes contínuos para obter resultados.



Principais diferenças entre SEO, SEM e PPC


SEO, SEM e PPC são termos relacionados com a promoção e visibilidade de um site nos motores de busca, mas tenha cuidado para não os confundir!


SEO (Otimização para Motores de Busca)


O SEO se concentra em melhorar a visibilidade de um site nos resultados de pesquisa orgânica (não paga) dos mecanismos de pesquisa. O principal objetivo do SEO é aumentar o tráfego orgânico, otimizando vários aspectos do site, como conteúdo, palavras-chave, estrutura do site e links de entrada. O SEO é um processo de longo prazo e requer esforços constantes para melhorar a classificação do site nos resultados de pesquisa.



O que e SEO: entenda a diferenca entre SEO, SEM e PPC.




SEM (Marketing em Motores de Busca)


SEM é uma abordagem mais ampla que abrange SEO e publicidade paga em mecanismos de pesquisa. No entanto, a maioria dos profissionais de marketing usa SEM para se referir exclusivamente a publicidade em mecanismos de pesquisa ou resultados pagos.


Por exemplo, se quiser obter tráfego no Google, você pode ter que comprar anúncios no Google Ads. O principal objetivo do SEM é aumentar a visibilidade nos motores de busca e atrair tráfego.



PPC (Pay Per Click)


PPC é uma forma de publicidade online em que os anunciantes pagam uma taxa cada vez que um usuário clicar em seu anúncio. Você certamente já viu anúncios PPC ao pesquisar informações na internet e também percebeu que esses resultados são identificados como anúncios ou resultados patrocinados.


O PPC é uma forma comum de publicidade em campanhas SEM, pois permite aos anunciantes ter um controle mais direto sobre onde e quando seus anúncios aparecem, podendo gerar resultados rápidos em termos de tráfego e visibilidade.



Publicidade online paga e organica.


Por que o SEO é importante?


O SEO é essencial para melhorar a visibilidade online do seu site e atrair tráfego orgânico de qualidade. Ao otimizar seu site de acordo com as melhores práticas de SEO, você aumenta a probabilidade de que os mecanismos de pesquisa o considerem relevante para as consultas dos usuários e o exibam nos primeiros resultados.


Isto se traduz em mais tráfego e, consequentemente, mais oportunidades de negócios!


Aqui estão algumas estatísticas para você julgar a importância do SEO:


  • A posição número 1 nos resultados de pesquisa orgânica do Google tem uma taxa de cliques (CTR) média de 27,6% (Backlinko, vide pesquisa em inglês).

  • Aproximadamente 69% de todos os cliques estão concentrados nas cinco primeiras posições orgânicas da primeira página de busca (Up Inc., somente disponível em inglês).

  • Quase 64% dos profissionais de marketing dedicam tempo ao SEO (HubSpot, pesquisa também disponível somente em inglês).

Agora que sabemos a importância de ter um bom posicionamento SEO, vejamos os diferentes tipos que existem.





Tipos de SEO


SEO on page


O que e SEO: SEO on page e SEO off page.

SEO on page refere-se à otimização de elementos dentro do próprio site. Isso inclui otimização de palavras-chave, criação de conteúdo relevante e de qualidade, otimização de cabeçalho e tags HTML, estrutura de URL amigável, otimização de imagens e vídeos, melhoria da velocidade de carregamento do site e otimização da experiência do usuário.



"Mostrar às ferramentas de busca a importância de uma página específica dentro do seu domínio através de links internos bem estruturados é essencial para otimizar a experiência do usuário e aumentar a relevância do conteúdo. A escolha cuidadosa da âncora e o contexto em que o link está inserido são fatores-chave para direcionar o tráfego de forma eficaz e garantir a autoridade da página perante os mecanismos de busca." 

Sharon Kviatek Isler, gerente de SEO em português do Wix



Por exemplo, se você tiver uma página de receitas, faça pesquisas de palavras-chave para identificar termos de pesquisa populares relacionados a receitas, como “receitas saudáveis”, “sobremesas fáceis” ou “pratos vegetarianos”.


Em seguida, crie conteúdo exclusivo e fácil de ler, como “Receitas de café da manhã saudável”, onde você inclui uma descrição detalhada e útil sobre as receitas, mencionando palavras-chave relevantes no título, subtítulos e parágrafos do conteúdo.


Use tags de título descritivas e atraentes para cada página e inclua a palavra-chave principal. Por exemplo, para uma receita de “Salada de Quinoa e Abacate”, o título poderia ser “Receita Saudável de Salada de Quinoa e Abacate | Receitas fáceis de cozinhar". Neste caso, a URL poderia ser “minhasreceitassaudaveis.com/receita-salada-quinoa-abacate”.


Por último, inclua fotos e vídeos e certifique-se de otimizá-los. Para a foto da Salada de Abacate Quinoa, reduza o tamanho do arquivo de imagem para melhorar a velocidade de carregamento da página, inclua um atributo alternativo descritivo como “Salada Saudável de Abacate Quinoa” e use um nome de arquivo relevante, como “salada-quinoa-abacate.jpg”.



Configuracoes de SEO no seu site Wix.




SEO off page


São ações realizadas fora do site para melhorar sua visibilidade e autoridade. Isso inclui a construção de links ou backlinks de qualidade de outros sites relevantes, o envolvimento em relações públicas digitais e marketing de conteúdo para atrair menções e links naturais, o envolvimento nas mídias sociais e a promoção de conteúdo por meio de canais externos.



SEO técnico


Concentra-se nos aspectos técnicos do site para garantir que ele esteja configurado de maneira ideal para os mecanismos de pesquisa. Isso inclui otimizar a estrutura do site, melhorar a indexação do site, resolver problemas de rastreamento e erros, implementar meta tags, otimizar URLs canônicos, melhorar a arquitetura do site, implementar marcação estruturada (marcação de esquema) e otimização da versão móvel do site.



SEO local


O SEO local se concentra em melhorar a visibilidade de um site nos resultados de pesquisa local. É relevante para empresas que têm presença física ou trabalham em local específico. Inclui otimização para palavras-chave locais, obtenção de avaliações locais, incluindo detalhes de contato e localização no site e participação em diretórios e listagens locais.



SEO Internacional


Por outro lado, o SEO internacional é utilizado para que um site tenha visibilidade em vários países ou idiomas. Envolve otimizar o conteúdo para diferentes idiomas e culturas, usar tags hreflang para indicar a versão correta do conteúdo com base na localização do usuário, escolher a estrutura de URL apropriada para sites multilíngues e geolocalizar e redirecionar com base na localização do usuário.



Vantagens e desvantagens do SEO


As vantagens do SEO são bastante diretas e quase universalmente reconhecidas como:


  • Aumento da visibilidade do site. Se você aparecer constantemente na parte superior dos resultados de busca, as pessoas verão seu site e, com sorte, se lembrarão dele. 

  • O SEO pode ser uma maneira econômica de atrair usuários para o seu site. Ele não é totalmente grátis, mas pode custar menos do que a publicidade paga. 

  • Os benefícios do SEO geralmente são de longo prazo. Fazer com que suas páginas sejam classificadas nas buscas pode ajudá-lo a gerar tráfego e conversões ao longo dos anos. 

  • Uma classificação elevada na busca pode gerar maior credibilidade e confiabilidade para seu site e, por sua vez, para seu negócio.



As desvantagens do SEO incluem:


  • O SEO raramente é uma conquista imediata. Configurar uma estratégia e implementá-la leva tempo. O SEO também envolve a otimização constante do site e seu conteúdo para classificar ou manter as classificações nos motores de busca. 

  • Os resultados de SEO são imprevisíveis, pois dependem dos algoritmos dos motores de busca, que podem sofrer alterações e atualizações. Isso pode fazer com que você precise mudar sua estratégia.

  • Os resultados dos motores de busca podem ser competitivos, dependendo do termo pesquisado e dos concorrentes no campo específico. Talvez seja difícil para marcas menores competir com outras já consolidadas, que têm mais autoridade de marca e de produto.

  • Algumas áreas do SEO, como o SEO técnico, exigem conhecimento específico.



Como implementar o SEO


A primeira etapa da implementação das práticas recomendadas de SEO é criar um site excepcional. Garanta que a navegação seja fácil, ofereça uma ótima experiência de usuário e apresente claramente as informações que deseja transmitir. Com isso, você estará no caminho certo para fornecer uma excelente resposta às consultas dos pesquisadores.


Entretanto, o SEO vai muito além de um ótimo site. Aqui estão algumas medidas práticas que você pode adotar para começar a usar o SEO:




1. Faça um plano de SEO


A otimização para motores de busca exige trabalho e consistência, por isso é essencial que você tenha um plano em mente antes de entrar nos detalhes. Pense em sua estratégia de SEO de acordo com seus objetivos mais amplos, para que você possa, mais tarde, entender se suas iniciativas foram bem-sucedidas. Por exemplo, se você tiver uma loja virtual e quiser utilizar SEO para atrair mais tráfego e gerar mais vendas, seu plano de SEO será diferente daquele que você usaria se quisesse aumentar o reconhecimento da marca ou obter mais tráfego para sua loja física. Tenha esses objetivos em mente com antecedência e otimize seu site de acordo com eles.





Especificamente, pense em detalhes como o URL do seu site, bem como em aspectos mais amplos, como se você terá um funcionário exclusivo para SEO ou se pretende otimizar seu site sozinho. Além disso, planeje desde o início como e quando você fará um balanço do desempenho de SEO das suas páginas e as otimizará. Considere como você verificará suas classificações e o que considerará como sucesso.


Se não tiver certeza de qual é o melhor caminho dentre várias opções de otimização, experimente uma opção e anote as outras em uma lista para uso potencial no futuro. Observe que o sucesso do SEO leva tempo, portanto, seja paciente.



2. Realize pesquisas de palavras-chave


Sem dúvida, uma das partes mais importantes da compreensão e da implementação do SEO é a pesquisa de palavras-chave. A pesquisa de palavras-chave é o processo de encontrar as palavras mais relevantes para usar em suas páginas da web. Ao fazer algumas verificações e usar ferramentas de SEO profissionais, você pode entender como as pessoas em todo o mundo tendem a pesquisar informações relacionadas ao seu produto ou serviço.


A pesquisa de palavras-chave ajuda você a descobrir quais frases são mais usadas e, portanto, auxilia na criação de páginas otimizadas para essas consultas. Usar as palavras certas em suas páginas da web pode fazer uma grande diferença no volume de tráfego que seu site recebe.



"O poder do SEO vai além das palavras-chave: ao realizar uma pesquisa de palavras-chave, é importante considerar termos específicos, porém é crucial levar em conta o assunto como um todo e abordar em páginas ou em artigos de blog todos os aspectos relevantes para esse determinado tópico."

Sharon Kviatek Isler, gerente de SEO em português do Wix



Sugerimos pensar em vários assuntos relacionados à sua marca e usá-los como elementos condutores em sua pesquisa de palavras-chave e criação de conteúdo. Nos últimos anos, o Google passou a entender que, além das palavras específicas para as quais as páginas podem ser otimizadas, há assuntos abrangentes para os quais elas também podem fornecer uma resposta.


Em vez de procurar apenas uma palavra-chave na qual basear sua estratégia de SEO, considere o grupo geral de palavras-chave para as quais sua página poderia ser classificada com base em um determinado assunto. É claro que você pode escolher uma palavra-chave principal para usar no título da página ou no URL, mas em vez de se concentrar somente nela, pense em suas páginas como respostas completas para o assunto que você aborda.


Então, digamos que seu nome seja Marta e que você venda flores. Você pode achar que o melhor caminho é otimizar sua página inicial para a palavra-chave "floricultura". Embora essa possa ser uma escolha eficaz, não deve ser a única palavra na qual você se concentra. Em vez disso, pense nos vários assuntos relacionados ao seu negócio que alguém que esteja pesquisando por flores gostaria de saber. Considere tópicos como entrega, frescor ou tipos de flores.


A inclusão de informações sobre essas questões tornará seu site um recurso mais efetivo para quem deseja comprar flores. Ao proporcionar uma melhor experiência de usuário, você também sinalizará ao Google que suas páginas são fortes concorrentes para quem busca uma solução completa para flores.





Mas a pesquisa de palavras-chave não termina aí. Continuando com o exemplo da floricultura, você pode perceber que a página de resultados de busca para "floricultura" é dominada por grandes marcas com as quais sua pequena loja não pode competir. Nesse caso, talvez seja interessante concentrar-se na sua localização geográfica (SEO local) ou em um nicho no qual você é especialista (utilizando palavras-chave de cauda longa). Incluir essas informações nas suas páginas da web permitirá que o Google saiba que você é uma opção consistente quando as pessoas estiverem pesquisando algo específico que você oferece.



3. Otimize a velocidade da página


Um dos fatores que o Google leva em consideração é a velocidade da página ou o tempo de carregamento. A velocidade de carregamento do seu site é um elemento importante da experiência de usuário. Um site lento afastará os usuários mesmo que eles visualizem o que o site tem a oferecer. Portanto, é essencial que você preste muita atenção a esse aspecto e certifique-se de otimizar a sua page speed.


A velocidade na página pode ser dividida em três categorias principais que, muitas vezes, são chamadas de core web vitals. São elas:


  • Largest Contentful Paint (LCP): O tempo entre o clique em um URL e o momento em que o usuário pode visualizar o conteúdo mais proeminente em uma página da web.

  • First Input Delay (FID): O tempo entre o clique em um URL e o momento em que alguém pode interagir com os elementos do site. Em outras palavras, quando um usuário pode clicar em algo na página.

  • Cumulative Layout Shift (CLS): A estabilidade dos elementos do site durante o carregamento da página. Esse número é ideal quando é baixo, indicando que, durante o carregamento da página, os elementos estão posicionados praticamente no mesmo lugar em que estarão quando a página estiver totalmente carregada.


Juntos, esses elementos compõem o que o Google considera importante quando se trata de tempos de carregamento. Algumas das maneiras mais fáceis de garantir que o seu site seja carregado rapidamente incluem não o sobrecarregar com mídia ou recursos, otimizar o tamanho das imagens e usar apenas uma ou duas fontes. Isso fará com que seu site tenha uma aparência mais limpa e profissional, além de manter o tempo de carregamento baixo.



4. Escreva suas tags de título e meta descriptions


Metadados referem-se às informações que você fornece ao Google para descrever o conteúdo de sua página da web. Entre os aspectos importantes dos metadados estão as heading tags e as meta descriptions.


Quando você faz uma pesquisa em um motor de busca, cada resultado é apresentado com um título e uma descrição que informam o tipo de conteúdo que será encontrado na página. Fornecer essas informações ao Google ajudará tanto os pesquisadores quanto o Google a entender os pontos mais importantes das páginas.



A importancia das meta tags para o SEO.


Muitos especialistas em SEO consideram que os meta títulos, ou tags de título, e as meta descrições são alguns dos sinais de SEO mais importantes que podemos enviar ao Google. Portanto, é fundamental tentar incluir suas palavras-chave mais importantes na tag de título.


As tags de título e as meta descrições também têm uma vantagem de SEO secundária. Elas oferecem controle sobre o texto que os pesquisadores verão ao se depararem com o seu site pela primeira vez. A inclusão de um texto atraente que responda claramente à consulta do pesquisador pode levar a mais cliques. Quanto mais pessoas clicarem no seu site, mais o Google perceberá que ele é uma boa opção para as pesquisas e mais alta será sua classificação.





É essencial observar, no entanto, que o Google não se compromete a usar os metadados que você fornecer. Eles podem optar por alterar seus títulos ou descrições conforme acharem adequado.


Na verdade, nos últimos meses, parece que o Google está caminhando cada vez mais em direção a um modelo de não usar as tags de título e as meta descrições fornecidas. Dito isso, os títulos e as descrições que você escreve para a sua página ainda têm a possibilidade de serem usados nas SERPs (páginas de resultados dos motores de busca) e vale a pena otimizá-los.



5. Implemente alt text


O alt text, ou texto alternativo, é a pequena descrição que você dá às imagens do seu site. Ele é incorporado ao HTML e é um importante recurso de SEO. Os robôs que rastreiam as páginas da web podem ler rapidamente o alt text para entender o conteúdo de uma imagem.


O alt text também é um importante recurso de acessibilidade, que ajuda os usuários com deficiência visual a ter uma perspectiva completa das suas páginas, mesmo sem vê-las. As ferramentas que leem páginas da web em voz alta podem fazer a leitura do alt text para ajudar a explicar o conteúdo das imagens para aqueles que não conseguem enxergá-las.


O alt text também aumenta a probabilidade de suas imagens aparecerem nas pesquisas do Google, tanto na seção de imagens quanto, cada vez mais, na parte superior das páginas de resultados de busca regulares. As imagens estão se tornando muito comuns nas pesquisas do Google e, quanto melhor for o seu alt text, maior será a probabilidade de sua imagem ser classificada.


Obviamente, se o seu site estiver obtendo exposição tanto pela classificação das imagens quanto pelo conteúdo, é provável que obtenha mais tráfego. O Google também considera que as páginas da web que utilizam alt text são normalmente melhor otimizadas. Isso pode ajudar seu site a parecer mais adequado aos olhos dos motores de busca.


Um aspecto importante a ser considerado é exatamente como escrever o alt text. Quando você olha para uma imagem, provavelmente pensa em várias maneiras de descrever o que está vendo. Para fins de SEO, é recomendável pensar estrategicamente em seu alt text e tentar incluir algumas palavras-chave para dar um impulso extra ao site. No entanto, o alt text não pode se concentrar apenas em palavras-chave — ele deve explicar com precisão o que a imagem representa.



6. Crie links internos


Os links são um fator importante para o SEO. Quando uma página é vinculada a outra, isso ajuda o Google a navegar em seu site e a criar uma rede de conexões entre as páginas e seu conteúdo. Isso pode ajudar na categorização das páginas e, talvez ainda mais importante, permite que o Google indexe suas páginas (ou seja, as adicione à lista de sites que o Google considera ao exibir os resultados da busca) com mais eficiência.


Uma das melhores estratégias de links são os links internos, ou links entre páginas do seu próprio site. Esse método é simples, pois você tem controle sobre todas as suas páginas e pode adicionar facilmente links de uma para outra.





Os links internos também ajudam a aumentar a autoridade do site. Ao vincular páginas menos visitadas a páginas mais fortes dentro do seu próprio site, você envia um sinal ao Google de que ambas as páginas são importantes.


Os links internos também são fundamentais para a experiência de usuário. Ao conectar páginas relevantes umas às outras, você torna o site mais navegável e garante que os usuários possam encontrar facilmente o que procuram. Assim, os links internos podem direcionar o tráfego entre as páginas do seu site, chamando a atenção para todos os seus ativos.



7. Trabalhe para conseguir links externos


Links externos, ou backlinks, referem-se a links de outros sites para o seu. Essa é uma tática importante de SEO, pois aumenta a autoridade do seu site. Quando uma página importante da web faz referência ao conteúdo do seu site, isso envia um sinal ao Google de que suas páginas são uma boa fonte de informações. Os links externos também ajudam suas páginas a ganhar exposição, permitindo que mais usuários em potencial as acessem e conheçam seu produto ou serviço.


Os links externos funcionam melhor quando são genuínos e espontâneos. Isso acontece quando outra plataforma o nota e decide que seu site pode agregar valor ao conteúdo dela. Assim, ela cria um link para a sua página como uma forma de ajudar os próprios leitores ou usuários.


Quanto mais autoridade ou importância o outro site tiver, mais valioso será o link. Embora não exista uma fórmula pronta para a obtenção de links externos autênticos, o ideal é se esforçar para criar consistentemente conteúdo de boa qualidade.



"Ao enriquecer seu conteúdo com dados estatísticos, citações de especialistas e percepções exclusivas, você aumenta significativamente a chance de outros sites criarem links para ele. Mais backlinks, mais exposição para sua marca."

Asaf Or Shenhav, especialista em outreach do Wix



8. Verifique se seu site está otimizado para mobile


Outro elemento essencial do SEO é garantir que todos os pesquisadores possam acessar o seu site e ter uma experiência de usuário positiva. Isso não apenas impulsiona seu negócio e permite que as pessoas que pesquisam usando dispositivos mobile possam usar seu site, mas também é importante para o Google.


O motor de busca geralmente emprega a mobile-first indexing, o que basicamente significa que ele rastreia a versão mobile do seu site para determinar como ele deve ser classificado entre os resultados. É por isso que a versão mobile merece tanta atenção.





Quando você cria um site com o Wix, uma versão mobile do site é criada automaticamente. Você encontra essa versão alternando para o ícone de celular no editor. Recomendamos revisar seu site mobile para garantir que ele tenha a aparência que você idealizou e que todos os elementos sejam facilmente encontrados. Especificamente, certifique-se de que o menu e os botões do site estejam visíveis.



9. Analise os resultados


Como o SEO é uma tarefa contínua, é necessário avaliar constantemente o desempenho do site e fazer os ajustes necessários. Você pode verificar as classificações e o desempenho da sua página com ferramentas de SEO como Ahrefs e Google Search Console para ter uma noção do impacto direto da otimização.


Essas ferramentas podem ajudá-lo a entender se o seu site melhorou nas classificações e observar para quais palavras-chave ele está sendo bem ranqueado. Se estiver insatisfeito com suas classificações ou tráfego, examine todos os itens anteriores desta lista e ajuste seu conteúdo de acordo.


Outras ferramentas importantes de análise incluem o Google Analytics (entenda como usar o Google Analytics) e o web analytics do Wix. Elas podem ajudar na obtenção de insights sobre o tráfego e na compreensão mais profunda de sua origem. Você também pode avaliar como os usuários interagem com suas páginas, o que é fundamental para otimizar seu conteúdo adequadamente.



Autoridade e SEO


Um elemento importante para conquistar a confiança das pessoas e do Google é provar sua autoridade. Tendemos a confiar nos especialistas e a buscar conselhos de pessoas que tenham conhecimento específico em suas áreas. O Google faz a mesma coisa.


Ele determina quais sites têm mais informações e qualificação para informar sobre um determinado assunto e, em seguida, os prioriza, apresentando-os aos pesquisadores. O Google se refere a isso como E-A-T ou Expertise, Authoritativeness and Trustworthiness (especialização, autoridade e confiabilidade).


A obtenção de autoridade pode ser feita de várias maneiras. A forma mais simples é abordar com precisão o produto ou serviço sobre o qual você tem conhecimento. Portanto, se o seu serviço for uma floricultura virtual e seu site tiver um blog, esse blog deverá apresentar temas relacionados a flores e cuidados com flores.


Quer criar um blog grátis? O Wix oferece milhares de recursos de design, SEO integrado e ferramentas de marketing que permitirão que você expanda seu conteúdo, sua marca e seu negócio com o criador de blogs. Confira também nosso artigo sobre como criar um blog e adquira dicas valiosas sobre o assunto.





Leitura extra: SEO para blogs.


Também é possivel se tornar uma autoridade em determinado assunto seguindo algumas etapas simples. Por exemplo, garanta que o conteúdo do seu site esteja sempre atualizado. Essa medida nem sempre é a estratégia de SEO mais importante, mas, ainda assim, é uma prática recomendada.



O que é SEO nas redes sociais?


O SEO marketing para redes sociais envolve a otimização de seus canais e conteúdos sociais, adicionando informações relevantes e palavras-chave em seus posts e perfis, para aumentar a visibilidade e permitir que mais pessoas descubram sua marca nos resultados de pesquisa.


As práticas recomendadas de SEO marketing variam de acordo com a plataforma, mas recomendamos as seguintes para começar:


  • Otimize seus perfis nas redes sociais com suas palavras-chave.

  • Inclua botões de compartilhamento social em seu site.

  • Adote uma estratégia integrada de palavras-chave em seus posts, legendas e outros elementos.

  • Incorpore links em conteúdos de vídeo e ativos visuais.


E, embora o número de seguidores, curtidas e compartilhamentos não tenha um impacto direto nas classificações dos motores de busca, eles permitem que seu conteúdo seja visto por mais pessoas, aumentando o tráfego e a possibilidade de criação de backlinks por sites e influenciadores com autoridade na sua área.



SEO e experiência de usuário


Tanto o SEO quanto a experiência de usuário são essenciais para o sucesso de um site. Enquanto o SEO direciona as pessoas para o site, a experiência de usuário as mantém nele por mais tempo, aumentando as conversões.


Embora sejam duas vertentes distintas, ao se concentrar na criação de conteúdo relevante, otimizar a estrutura e a velocidade do site, garantir a compatibilidade mobile, priorizar a acessibilidade e monitorar as métricas de engajamento dos usuários para fazer as alterações necessárias, os proprietários de sites podem impactar positivamente tanto o SEO quanto a experiência de usuário.



Próximos passos em sua prática de SEO


Agora que você sabe quais são as principais estratégias de SEO, deve estar se perguntando qual é o próximo passo. Você pode começar seguindo as etapas mencionadas acima e garantindo que elas sejam implementadas em seu site. Para fazer isso de forma simples, use as ferramentas Wix SEO, como o SEO Wizard. Essa ferramenta dará a você recomendações personalizadas de SEO de acordo com as necessidades do seu site. Obviamente, você também pode implementar cada estratégia de forma independente.





Lembre-se de que o trabalho não termina aí. Um aspecto importante do SEO é a manutenção. Você terá que verificar continuamente seu site para garantir que tudo esteja funcionando corretamente e que ele esteja atualizado. Muitas vezes, pequenas alterações podem quebrar links ou prejudicar a funcionalidade do site, portanto, é essencial que você faça verificações e manutenções contínuas.



SEO e IA


O SEO e a IA estão cada vez mais interligados no mundo digital. Algo que se deve ter em mente sobre os motores de busca é que eles sempre colocam o usuário em primeiro lugar. Além disso, como explicamos até aqui, para que seu conteúdo seja classificado, você precisa de uma ótima estratégia de SEO. 





As ferramentas de IA são ótimas aliadas para esses propósitos, ajudando os proprietários de sites a criar e otimizar o conteúdo, pesquisar palavras-chave relevantes, automatizar a análise de dados, identificar tendências no comportamento dos usuários, avaliar a estrutura técnica do site e otimizar a pesquisa por voz. Além disso, a IA pode ser usada para personalizar a experiência do usuário com base em seu comportamento e preferências, algo que impacta diretamente não apenas o SEO e a experiência do usuário, mas também as chances de conversão.



O que são White Hat SEO e Black Hat SEO?


White Hat SEO e Black Hat SEO são duas abordagens opostas às práticas usadas para melhorar a classificação de um site nos motores de busca.


White Hat SEO refere-se a técnicas e estratégias de otimização que atendem às diretrizes e políticas estabelecidas pelos motores de busca. Essas práticas são consideradas éticas e legítimas e têm como foco a criação de conteúdo de qualidade, a melhoria da experiência do usuário e a construção de links de forma orgânica e natural.


Algumas técnicas comuns de White Hat SEO incluem pesquisa de palavras-chave, otimização de tags e meta descrições, criação de conteúdo relevante e valioso e construção de links por meio de relacionamentos genuínos com outros sites.


Por outro lado, Black Hat SEO refere-se a técnicas e estratégias de otimização que buscam obter resultados rápidos e manipulativos, mas que não atendem às diretrizes dos mecanismos de busca. Essas práticas são consideradas desonestas e podem levar a penalidades por parte dos mecanismos de busca. Algumas técnicas comuns de Black Hat SEO incluem preenchimento de palavras-chave, criação de links artificiais de baixa qualidade, ocultação de conteúdo ou redirecionamentos enganosos e conteúdo duplicado.


Aconselhamos a não utilização do Black Hat SEO, pois os motores de busca estão constantemente atualizando seus algoritmos para detectar e penalizar este tipo de comportamento. É melhor seguir as diretrizes e práticas recomendadas de White Hat SEO para alcançar um crescimento sustentável e de longo prazo na classificação do site.



Perguntas frequentes SEO: o que é


O que é SEO para iniciantes?


Ao começar com o SEO, é melhor partir do básico. Isso inclui certificar-se de que suas otimizações on-page estejam adequadas — seu meta título, descrições e alt text. A prioridade é que sua página seja indexável.


Em seguida, você pode começar a pensar nos assuntos e nas palavras-chave que deseja segmentar e, depois, planejar as páginas ou o conteúdo com base neles. Você também deve acompanhar suas iniciativas de SEO, incluindo as classificações e os cliques orgânicos.



Quais são os diferentes tipos de SEO?


SEO on-page (a otimização de páginas da web para classificação nos resultados de busca), SEO off-page (iniciativas para melhorar a autoridade de uma página por meio de backlinks e menções), SEO técnico (estrutura, hierarquia e desempenho do site) são os três principais tipos de SEO.



O que é o Google Update?


O Google Update refere-se às alterações e atualizações periódicas que o Google faz em seu algoritmo de pesquisa. O algoritmo do Google é um conjunto de regras e critérios usados ​​para classificar e exibir os resultados de pesquisa mais relevantes e úteis para os usuários. O Google Update pode se referir a diferentes tipos de atualizações, incluindo:


  • Atualizações importantes: são alterações significativas no algoritmo que têm um impacto substancial nos resultados da pesquisa e podem causar alterações significativas nas classificações do site.

  • Atualizações de qualidade: o Google está constantemente fazendo ajustes e melhorias em seu algoritmo para melhorar a qualidade dos resultados de pesquisa. Estas alterações podem incluir a avaliação da relevância, confiabilidade e autoridade dos websites.

  • Atualizações específicas de algoritmos: o Google também pode fazer atualizações focadas em aspectos específicos, como velocidade de carregamento da página, experiência do usuário em dispositivos móveis ou segurança do site.

As atualizações do Google visam melhorar a experiência do usuário e fornecer resultados de pesquisa mais relevantes e de alta qualidade. No entanto, essas atualizações muitas vezes podem ter um impacto significativo nas classificações do site e no tráfego orgânico. É importante que você siga as melhores práticas de SEO e fique por dentro das atualizações do Google para se adaptar às mudanças e manter uma boa visibilidade nos resultados de busca.



Por Hanna Kimelblat

Blogger & Growth Marketing Expert - Português



Por Sharon Kviatek Isler

SEO manager - Português

pt03.png
bottom of page