Como Criar um Curso Online de Sucesso




Hoje em dia, cada vez mais pessoas buscam novos tipos de conteúdo de qualidade que possam ser explorados online, especificamente quando se trata de aprender novas habilidades. Criar e vender um curso online é uma forma para atender a essa crescente demanda ao mesmo tempo em que gera renda.

Comunicar conhecimento e expertise através de um curso online vai te permitir se posicionar como uma autoridade no seu campo de atuação, promover uma comunidade de pessoas que pensam de forma semelhante em torno do seu negócio e expandir o seu alcance - tudo a partir da sua casa.

Este guia é um passo-a-passo que vai te levar através de todas as etapas de como criar um curso online. Desde a escolha do tópico certo até a criação do site para seu curso online e como ganhar uma renda com o curso, tudo o que você precisa saber vai encontrar a seguir:


Como criar um curso online

  1. Escolha o assunto certo

  2. Teste a sua ideia

  3. Faça uma ampla pesquisa sobre o tópico

  4. Redija um esboço do curso

  5. Crie o conteúdo do curso

  6. Coloque seu curso online

  7. Venda seu curso online

  8. Cultive uma comunidade que deseja aprender


01. Escolha o assunto certo

O tópico que você escolher está totalmente nas suas mãos e pode ser praticamente qualquer coisa - de dicas de cozinha até design de site. Apesar das possibilidades serem infinitas, o assunto certo é um fator determinante do sucesso de um curso online.

O critério principal para avaliar o tópico para seu curso online é se agrada tanto a você como ao seu público:

  • Escolha alguma coisa que você queira ensinar: O tópico para seu curso online deve ser um assunto que você conhece e domina ou alguma coisa pela qual você tem muita curiosidade e está disposto a investir tempo para aprender a fundo. Seja qual for, você precisa ser apaixonado pelo assunto. Tente pensar sobre o que você faz de melhor e sobre quais assuntos as pessoas te procuram para se aconselharem. Esses tópicos em geral são os que farão os cursos online terem mais sucesso. Uma alternativa é perguntar a si mesmo sobre qual assunto você gostaria de ter mais conhecimento e através do seu próprio aprendizado você se tornará um excelente professor sobre esse assunto.


  • Escolha alguma coisa que as outras pessoas queiram aprender: Antes de começar a trabalhar, pergunte a um grupo de amigos e também ao seu público atual o que eles acham sobre o assunto que você tem em mente. Teste o assunto compartilhando enquetes ou formulários online para seu público preencher. Você pode fazer primeiro um pequeno tutorial e monitorar o seu desempenho. Acompanhe o resultado do tutorial nas redes sociais ou através de email marketing, perguntando ao seu público se esse tipo de material é um assunto sobre o qual eles têm interesse em saber mais. Além disso, faça uma pesquisa online sobre o tópico. Se você encontrar outros cursos online sobre o mesmo assunto, isso é um excelente sinal. Ter concorrência significa que as pessoas consideram o tópico relevante e útil para elas. Também é uma boa ideia criar conteúdo que se encaixe perfeitamente num espaço existente já testado e experimentado.


02. Teste a sua ideia

Criar um curso online requer muito trabalho e esforço da sua parte, por isso, fazer um teste antes de começar vai te permitir confirmar que o seu investimento vai se pagar totalmente.

Para testar a sua ideia crie uma landing page (ou página de entrada) para seu curso online. Apesar de você ainda não ter criado o curso, já sabe qual o assunto e do que vai tratar. Inclua uma descrição concisa do curso, explicando o que as pessoas podem esperar aprender com ele. Incorpore imagens atraentes que possam refletir o conceito mais ainda. Como ponto de partida dê uma olhada nestes templates para landing page totalmente personalizáveis.

Use botões de chamada de ação (CTAs) para levar os visitantes a se cadastrarem gratuitamente ou para fazerem a compra antecipada de forma a poder garantir um lugar no seu curso. Depois de promover seu site em diversos canais como redes sociais, newsletters e mais, você vai poder ver todos os dados que juntou, ver se tem participantes suficientes e encorajar o feedback. Decida tudo em relação às métricas antecipadamente para saber quais os resultados esperados ao final do período de teste.

03. Faça uma ampla pesquisa sobre o tópico

Quer você já seja um especialista nesse campo ou se está ansioso por aprender tudo a respeito, do início ao fim, agora é o momento de mergulhar de cabeça até aprender tudo o que há para saber sobre o tópico escolhido.

Como parte do seu minucioso processo de aprendizado, vá além do que os participantes do curso possam facilmente encontrar nos resultados de busca. Se esforce para encontrar uma variedade de fontes diferentes sobre o tópico, desde a literatura até aulas de concorrentes e webinars. Faça uma pesquisa de palavras-chave de forma a encontrar o tipo de questões que as pessoas pesquisam sobre o tópico. A partir disso, você vai ter uma noção melhor sobre o tipo de assunto no qual seu público pode estar interessado.

Fique atento a alguma subcategoria do seu nicho. Por exemplo, se você planeja um curso para ensinar como cuidar de plantas que ficam dentro de casa, definitivamente você vai cobrir os assuntos básicos como a água e a luz natural. Mas, de forma a proporcionar um valor agregado, procure certos ângulos específicos para poder ampliar o alcance do seu curso como, por exemplo, os tipos de planta que purificam o ar.


04. Redija um esboço do curso

Agora está na hora de redigir o currículo para seu curso online. Escreva em um papel a lista das diferentes aulas que você planeja ensinar online. Para cada aula anote os principais tópicos que deseja cobrir. Siga uma ordem lógica e tente fazer suas ideias evoluirem naturalmente de uma para a outra de forma a garantir um processo de aprendizado suave e sem atropelos.

Lembre-se que o ensinar trata de orientar seu público em relação a uma ideia, um passo depois do outro. Para que isso fique bem claro no seu curso online, defina um objetivo para cada uma das suas aulas.

Continuando com o exemplo dos cuidados com as plantas dentro de casa, uma ideia seria que os participantes conseguissem classificar as plantas que têm em casa numa aula e na seguinte soubessem reconhecer os sinais de pragas e doenças.

A seguir veja um exemplo do esboço de um curso online para uma aula sobre os cuidados com as plantas que ficam dentro de casa. Você pode usar este exemplo como um modelo para criar o seu próprio curso:

Aula #1: Como molhar as plantas

Objetivo da aula: Os participantes vão aprender quanto e com que frequência devem molhar as suas plantas.

Tópicos cobertos:

● A importância de regar as plantas;

● Os perigos de molhar demais;

● Os diferentes tipos de plantas e o nível de água que cada uma necessita;

● A terra como um indicativo de escassez ou de excesso de água.

Aula #2: As plantas e a luz natural

Objetivo da aula: Os participantes vão compreender a importância da luz natural e vão saber escolher a melhor luz para as suas plantas.

Tópicos cobertos:

● A luz e seu papel na fotossíntese da planta;

● Os diferentes tipos de plantas e a quantidade de luz solar que cada um necessita;

● Como e quando usar luz fluorescente para as plantas dentro de casa.

Lembre-se de também incluir uma introdução e conclusão do curso inteiro e também em cada aula individualmente. Reiterar é um bom auxílio no processo de aprendizado.

Leve em consideração adicionar tarefas e atividades como parte do currículo do seu curso para ajudar os participantes a absorverem todo esse conhecimento recém adquirido. É recomendado começar com a parte da teoria, depois dar alguns exemplos e em seguida uma tarefa no final.


05. Crie o conteúdo do curso

Se você já tem experiência profissional relacionada ao tópico do seu curso, é muito provável que anteriormente já tenha reunido material de conteúdo pertinente ao tema. Alguma vez você já escreveu um artigo para blog ou criou um webinar sobre o assunto? Talvez você tenha um podcast ou um canal do YouTube para o seu negócio onde já tratou de temas semelhantes? Se sim, recupere esse material. Redirecionar conteúdo existente para seu curso online vai te ajudar a começar e a economizar um tempo precioso.

Com base no material que você reuniu, no seu esboço e na pesquisa dos passos anteriores você agora pode criar o conteúdo para seu curso online. A maioria dos cursos usam o vídeo como sua principal forma de comunicação, e é isso que vamos abordar aqui. No entanto, você também pode usar conteúdo escrito, gravações de áudio, slides - ou então uma mistura de diferentes tipos de mídia.

Filmagem: Criar um curso online, mesmo sendo uma ideia de negócio que funciona de casa, pode ser feito com equipamento relativamente simples e você não precisa ser um produtor de vídeo profissional para criar um curso de alta qualidade. Afinal, o nível de educação que você proporciona é o que mais conta e é possível criar conteúdo de qualidade mesmo se você está trabalhando de casa.

Você pode se filmar falando para a câmera, pode gravar sua tela enquanto fala ao fundo ou ambos. Apesar de seus vídeos não precisarem ser super perfeitos, recomendamos que pesquise algumas dicas de vídeo para poder criar conteúdo com aparência profissional, além de saber escolher o tipo certo de câmera e de microfone para o que você necessita.

Edição: Depois de filmar o seu conteúdo, invista algum tempo fazendo a edição das suas cenas originais. Existem muitos programas de edição de vídeo gratuitos, desde o iMovie até o Lightworks e o Wix Video Maker. Tente criar um ritmo legal para o seu vídeo dividindo-o em partes que possam ser mais facilmente digeridas. Deixe de fora as pausas desnecessárias e corte as tomadas mais longas e use um formato de clips mais curtos e dinâmicos.

Adicione títulos, como o nome do curso e da aula e legendas para garantir a acessibilidade e para que seja mais fácil de seguir. Caso seja pertinente você também pode incluir no seu vídeo uma música de fundo e slides relevantes.

Tarefas para as aulas: Crie atividades para cada uma das suas aulas. Pode ser em formato de arquivos PDF para download que os participantes podem imprimir ou visualizar na tela do computador. Outras opções incluem um quiz online ou jogos focados no aprendizado criados usando ferramentas como Kahoot.




06. Coloque seu curso online

Uma vez que o conteúdo do seu curso estiver pronto é o momento de criar a plataforma para reunir tudo. Se você já tem um site profissional pode adicionar seu curso online como uma seção do site. Se não tem, crie um novo site com esse propósito.

Se você está criando um site com Wix veja estes templates para educação online criados por designers para te ajudar a começar. Certifique-se de adicionar o Wix Video ao seu site, isso vai te permitir mostrar vídeos, se engajar com os visitantes e monetizar seu conteúdo. Faça upload das suas aulas como vídeos independentes ou organizados em canais de uma videoteca.




07. Venda seu curso online

Existem três opções diferentes para vender seu curso online, dependendo da sua necessidade e do seu plano de negócios:

Ofereça venda ou aluguel de aulas individuais: Permita que os usuários possam alugar ou comprar seu curso online vídeo a vídeo. Ao comprar um vídeo os usuários vão poder assistir à transmissão da aula que compraram de maneira ilimitada, dessa forma, podem voltar e assistir ao conteúdo sempre que desejarem. Decida se vai permitir que os usuários façam o download do vídeo ou se eles vão assistir diretamente no seu site.

Ofereça assinatura de um canal: Pagando uma taxa mensal, os usuários vão poder ter acesso a vídeos pagos de um canal. A assinatura do canal cria um “paywall” (conceito que pode ser traduzido como muro de pagamento) que divide o conteúdo do seu site em público e premium.

Ofereça planos pagos: Estabeleça diferentes opções de pagamento, permitindo que os participantes do seu curso possam pagar tudo de uma vez ou com um plano de pagamentos recorrentes. Você pode controlar tudo, desde o tipo de plano, o que está incluído nele, qual a duração e mais. Mostre as opções de plano de pagamento no seu site para que os clientes possam escolher e comprar. Os planos pagos funcionam como um “paywall”, permitindo aos usuários acessar o conteúdo só depois de pagar e fazer o login na área de membros do seu site.

Certifique-se de, além dos planos pagos, também oferecer uma prévia do seu curso inteiramente gratuita. Isso, poderá dar uma ideia aos interessados do que esperar de seus cursos e encorajar esses potenciais participantes a se cadastrarem para as aulas pagas. O seu conteúdo gratuito pode ser no formato de um pequeno trailer para cada aula ou você pode oferecer a primeira aula gratuitamente e todo o restante é pago.

Uma outra ideia para uma cortesia é criar uma sessão de perguntas e respostas (Q&A) no início do curso, convidando os usuários a participarem gratuitamente e, dessa forma, começar a gerar o interesse. Para isso, configure um vídeo de transmissão ao vivo que vai te ajudar a se conectar com seus fãs em tempo real.

Seja qual for a opção de cortesia que você escolher, a versão gratuita do seu curso será muito útil para promover seu curso online.



08. Cultive uma comunidade que deseja aprender

A educação online é uma atividade que, na maioria das vezes, é muito solitária. Portanto, promover uma comunidade que deseja aprender em torno do seu curso vai melhorar muito a experiência dessa comunidade o que por consequência vai contribuir para o sucesso em geral do seu curso.

Uma comunidade ativa online pode ajudar os usuários a compartilharem seu processo de aprendizado com um grupo de seus colegas. Juntos podem celebrar seu sucesso e levantar quaisquer questões que possam ter. Além disso os estudantes podem trocar ideias uns com os outros, gerando uma conversa animada e aumentando o interesse e entusiasmo em torno da sua aula.

A sua comunidade online também é um bom local para compartilhar novidades sobre os próximos cursos ou outras oportunidades que sejam do interesse desse público que já está engajado.

Veja a seguir algumas opções para promover uma comunidade ativa que tem desejo de aprender:

Área de Membros: Criar uma Área de Membros no seu site permite que usuários cadastrados ou aqueles que pagam possam acessar diversos tipos de conteúdo premium - de chats a fóruns, blogs e mais.

Um fórum online: Criar um fórum como parte do seu site permite aos usuários apoiar o crescimento e aprendizado uns dos outros. Para mais informações procure ler mais sobre as melhores práticas para criar um fórum.

Grupos nas redes sociais: Considere criar grupos privativos nas redes sociais, como o Grupos do Facebook ou Listas do Twitter, para que os participantes do curso possam se engajar.

Plataformas de comunicação online: Utilize as plataformas de comunicação online como Slack ou Discord para a sua comunidade de aprendizado.



Publicado pela Equipe Wix




pt03.png