top of page

Como vender online com print on demand

Atualizado: 17 de ago.


Capa do artigo sobre como vender online com print on demand.

Atualizado em: Maio 2023


Nem precisamos dizer que ter uma loja virtual é um negócio tão recompensador quanto lucrativo. Mas desenvolver produtos, encontrar fabricantes, adquirir estoque e fazer o fulfillment de pedidos está longe de ser simples.


É aí que entra o print on demand, ou impressão sob demanda. Quando você entende as etapas essenciais de como montar uma loja virtual, percebe as vantagens de conectá-la a um serviço desse tipo, possibilitando a venda de produtos personalizados sem as complicações de compra e gestão de estoque.





Mas o que é print on demand? Como esse método difere do dropshipping? Continue lendo e entenda tudo o que você precisa saber para iniciar seu próprio negócio de print on demand.



O que é print on demand?


Print on demand é uma forma de dropshipping que permite vender online e sem estoque produtos personalizados. Nesse modelo, você é responsável por criar o design, escolher os produtos que receberão a impressão e listá-los para venda. Quando os pedidos são recebidos, um fornecedor terceirizado faz a impressão e envia os produtos diretamente aos clientes.


Embora o print on demand seja associado à venda de camisetas, é possível escolher o que vender, incluindo brindes personalizados, bonés, capas de telefone, utensílios domésticos, sapatos, clube de assinatura e muito mais. Artistas, influenciadores e marcas estão usando esse modelo de negócio para vender suas estampas em uma variedade de mercadorias.


A impressão sob demanda é especialmente atraente para novos empreendedores devido ao seu baixo custo inicial — a maioria dos serviços de print on demand é 100% gratuita e você só precisa pagar seus fornecedores quando um cliente faz um pedido. Além disso, não é necessário gastar com espaço de armazenamento, nem comprar produtos antecipadamente.



Como vender online com print on demand?


Então, o que é preciso fazer para iniciar um negócio de print on demand? Como você pode vender suas estampas e começar a ganhar dinheiro com suas criações? Aqui estão algumas etapas essenciais para começar:


  1. Conecte sua loja virtual a um parceiro de print on demand

  2. Escolha os produtos que deseja vender

  3. Faça o upload do seu design

  4. Liste seus produtos para venda

  5. Encaminhe os pedidos para o seu fornecedor

  6. Pague e seja pago



1. Conecte sua loja virtual a um parceiro de print on demand


Por exemplo, procure no Wix App Market uma solução como o Printful, que oferece uma grande variedade de produtos de alta qualidade. Observe que algumas empresas de print on demand não se integram a determinados sites de eCommerce, portanto, você precisará encontrar uma que seja compatível com a sua plataforma.



App market do Wix, onde e possivel encontrar varias empresas que oferecem servico de print on demand.


2. Escolha os produtos que deseja vender


Digamos que você tenha decidido vender acessórios de cozinha para gourmets – é possível considerar a venda de produtos como luvas de cozinha, aventais ou canecas.



3. Faça o upload do seu design


Adicione seu design personalizado à plataforma de print on demand, que gerará uma maquete do mesmo. Se estiver usando o Modalyst, por exemplo, você receberá imagens do produto e (se aplicável) fotos de modelos reais exibindo sua mercadoria.



4. Liste seus produtos para venda


Importe os produtos para sua loja virtual. Em seguida, escolha as imagens (a maioria dos serviços de print on demand fornece imagens ou amostras para fotografar), suas variações (como cor e tamanho) e quanto você deseja cobrar.



5. Encaminhe os pedidos para o seu fornecedor


Ao receber um pedido de um cliente, você precisará encaminhá-lo (manual ou automaticamente) ao seu fornecedor para o fulfillment. Ele cuidará da produção e envio. Alguns parceiros realizam esse processo utilizando sua marca, rótulos e embalagens.



6. Pague e seja pago


Esta etapa pode ocorrer simultaneamente com a etapa 5 – ao receber pedidos, você precisará pagar ao fornecedor o preço acordado para cada produto (que normalmente inclui o custo de envio). Você então reterá o valor restante.



Ciclo de venda com a printful, empresa de print on demand que oferece servicos para o Brasil.


Print on demand versus dropshipping — qual é a diferença?


O print on demand é um tipo de dropshipping, uma vez que permite terceirizar a fabricação e o fulfillment.


A principal diferença é que, em um modelo de dropshipping tradicional, você tem uma participação limitada no design do produto, simplesmente escolhendo entre as opções e variações que os fornecedores oferecem (embora alguns possam disponibilizar serviço de marca própria).


Já no print on demand, você se envolve ativamente no processo de design, personalizando produtos para vender com suas estampas, logotipo, cores e designs. Os produtos são impressos por encomenda, ou seja, o fornecedor fabricará apenas a quantidade de produtos adquirida por um cliente e imprimirá de acordo com as suas especificações.


Porém, há algumas desvantagens em ter esse nível de personalização. Com o print on demand, você provavelmente terá uma seleção menor de produtos para escolher do que com o dropshipping tradicional. Também pode levar mais tempo para seus fornecedores enviarem o produto final ao cliente, já que o mesmo é impresso apenas após o recebimento do pedido.


Uma maneira de reduzir esse tempo é escolher um fornecedor que envie de locais próximos aos seus clientes. Além disso, você pode oferecer frete grátis ou outras vantagens para compensar prazos de envio maiores.



Quem pode utilizar o print on demand?


Uma das vantagens desse modelo é que qualquer negócio pode utilizá-lo. Se você é novo no eCommerce, a impressão sob demanda oferece uma maneira de baixo risco de testar o mercado. Se já possui uma loja virtual, o print on demand pode ajudar você a oferecer novas linhas de produtos e expandir seu negócio mais rapidamente.


Alguns outros casos de uso comuns para print on demand:


  • Se você é um artista ou designer, pode iniciar um negócio de print on demand para vender estampas e outras criações, ganhando dinheiro como artista


  • Se você opera uma empresa de serviços, o print on demand pode ajudá-lo a vender online sem estoque itens com a sua marca, gerando outro fluxo de receita.


  • Se você é um criador de conteúdo ou influenciador, pode começar a vender produtos com o seu branding.


É possível até associar um negócio de print on demand a um hobby. Por exemplo, se você participa de um grupo de conscientização ambiental, pode incorporar o Rodrigo Hilbert que existe em você criando e vendendo mercadorias com o logo ou frase de efeito da iniciativa.


Leia Também: Negócios Lucrativos: 17 Ideias de baixo investimento para começar a empreender



Como faço para encontrar uma empresa de print on demand?


Existem dois tipos principais de empresas de print on demand:


  • Serviços de impressão sob demanda, que incluem plataformas populares como Modalyst, Printful e Printify (cujos aplicativos podem ser integrados ao seu Wix eCommerce). Esses serviços permitem que você venda seus produtos em sua loja virtual e em marketplaces, como Mercado Livre, Shopee ou Amazon.


  • Marketplaces de impressão sob demanda, como Montik e Colab55. Muitos deles não se integram a canais de terceiros – incluindo sua loja virtual. Em vez disso, eles listam seus produtos para venda em seus próprios sites e pagam uma comissão por cada venda que você faz.



Se você tiver uma loja virtual, deverá escolher um serviço de print on demand que se integre à sua plataforma de eCommerce. Comece navegando pelas principais empresas de print on demand até encontrar uma que atenda às suas necessidades.



Empresas de print on demand Brasil


Como sétimo maior mercado consumidor do mundo, o Brasil apresenta um enorme potencial para o print on demand. Atualmente, os principais fornecedores de print on demand locais são Printful, Zazzle, Dropsimples, Reserva Ink, Gooten e Printify, cada uma com catálogo e políticas (de disponibilização de maquete e de envio, por exemplo) próprias. Para encontrar o ideal para as suas necessidades, é preciso examinar cuidadosamente cada um desses aspectos.



Empresa que oferece servico de print on demand no Brasil: Printful.


Principais critérios para escolher o fornecedor certo de print on demand


Ao avaliar diferentes fornecedores, crie uma lista de perguntas e requisitos, incluindo:


  • Oferta de produtos. Cada empresa de print on demand oferecerá diferentes tipos de produtos. Examine o catálogo completo de cada um e verifique quais têm os itens que você deseja vender, bem como aqueles que podem gerar lucro.


  • Personalização. Embora toda solução de print on demand a disponibilize, algumas terão mais opções de personalização e de impressão do que outras. Pense nas cores, na complexidade do design e nos materiais que deseja usar. Sua empresa de print on demand pode atender a essas necessidades?


  • Prazo de produção e envio. Na internet, a diferença de um dia de prazo para a entrega pode ser um fator decisivo para atrair ou afastar um consumidor, segundo matéria da CNN Brasil. Pergunte aos seus fornecedores potenciais sobre os prazos esperados de envio e produção, além dos custos – e verifique se você pode obter um lucro saudável depois de cobri-los.


  • Qualidade do produto. É sempre bom pedir amostras e consultar avaliações online antes de confiar seu negócio a um fornecedor. A última coisa que você deseja é descobrir que os clientes estão insatisfeitos com a qualidade do seu produto e, portanto, receosos de comprar ou recomendar sua marca a um amigo. Confira se seus produtos são de boa qualidade, duráveis, ​​não mancham, lascam ou apresentam outros tipos de problemas.



Como ter sucesso com o print on demand: cinco dicas de especialistas


Para alcançar o sucesso a longo prazo, é preciso mais do que designs incríveis. Essas seis dicas podem ajudar você a formar uma base sólida para o seu negócio de print on demand.



1. Escolha um nicho


Seu negócio de print on demand não pode atender a todas as necessidades de todas as pessoas. Selecionar um segmento especializado e bem definido de clientes (como fãs de basquete, amantes de café, adultos saudosos dos anos 90) ajudará você a restringir seu escopo. Isso é importante não apenas para decidir quais produtos vender, mas também para tomar decisões sobre seu branding, designs e sua estratégia geral de marketing. Não poupe esforços nesta fase. Escolha seu nicho de forma estratégica e faça uma pesquisa completa sobre suas necessidades, desejos e comportamentos.



2. Solicite amostras


Embora não seja possível avaliar todos os itens antes de serem enviados aos clientes, solicite sempre uma amostra para garantir que seus fornecedores compartilhem os mesmos padrões de qualidade que você. As amostras também são importantes para fotos de produtos, possibilitando mais liberdade criativa ao criar suas listagens e conteúdos de marketing.



3. Lembre-se dessas dicas de design do print on demand


Para garantir que seus produtos tenham o melhor resultado possível, você deve enviar seus designs no formato, tamanho, resolução e perfil de cores corretos.


  • Formato da imagem. A maioria dos serviços de print on demand aceita arquivos PNG ou JPEG


  • Tamanho. Isso depende do produto no qual você deseja imprimir seu design. A área de impressão padrão em uma camiseta, por exemplo, é de 30,48cm x 40,64cm (3600 x 4800 em pixels)


  • Resolução. A resolução de uma imagem refere-se à densidade dos pixels. Basicamente, uma maior resolução garante imagens mais nítidas e de maior qualidade. A resolução para impressão é expressa em DPI (dots per inch - pontos por polegada). Você deve exportar seus arquivos de design em 300 DPI para obter melhores resultados.


  • Perfil de cores. Refere-se ao método de mistura de cores. Sem entrar muito em detalhes técnicos, é recomendável salvar seus designs como RGB.



Você pode usar qualquer software de edição gráfica para criar e exportar arquivos de design prontos para impressão. Alguns sites de print on demand também fornecem ferramentas de edição em suas plataformas, juntamente com designs prontos que você pode utilizar.


Ao enviar seus designs, verifique com atenção se posicionou e dimensionou as imagens corretamente em seus produtos – afinal, você não vai querer que seu design seja impresso cortado ou descentralizado.



4. Escreva as descrições de seus produtos


Não se contente com as descrições oferecidas pelo fornecedor. Escreva descrições de produtos originais que falem com as emoções de seus clientes e os ajude a se imaginar usando seus produtos. Que problemas eles ajudam a resolver? Que valores ou interesses exploram? Descrições personalizadas podem ajudar a fechar uma venda e aprimorar a estratégia de otimização para motores de busca (SEO) da sua loja virtual.



5. Foque em cross-selling e up-selling


Com o print on demand, é possível oferecer seus designs em uma variedade de produtos sem que isso impacte sua carga de trabalho. Embora você possa ter planejado vender canecas divertidas, também pode experimentar comercializar jarras combinando, camisetas com tema de café e outros brindes. Torne mais fácil para seus clientes encontrar esses produtos adicionando um slider de “produtos relacionados”, pacotes de produtos e outros recursos de cross-selling à sua loja virtual.



6. Seja transparente sobre o frete


Para seus clientes, nada é mais frustrante do que fazer uma compra e descobrir que ela será entregue muito depois do esperado. Evite essas situações fornecendo prazos de entrega estimados nas descrições dos produtos e/ou páginas de checkout.


Se você sabe que um período movimentado de vendas está se aproximando (o Natal, por exemplo), avise seus clientes de que eles devem fazer seus pedidos até uma determinada data para garantir a entrega no prazo. Isso pode ajudar a criar um senso de urgência, embora você deva estar bem alinhado com seus fornecedores antes de fazer qualquer promessa.



Solucao de print on demand do Wix.



FAQ - Perguntas frequentes sobre print on demand


O mercado de print on demand está saturado?


O print on demand é uma tendência popular de eCommerce. Em 2019, o mercado global de impressão digital atingiu US$ 25,7 bilhões. Hoje, o mercado continua a crescer em uma taxa de crescimento anual composta de 3,7% e deve atingir US$ 35,7 bilhões até 2028.


Por um lado, o mercado de print on demand está mais saturado do que há quatro ou cinco anos. Mas ainda há muito espaço para se ter sucesso.



Como evitar a violação de direitos autorais no print on demand?


Uma das maiores zonas de perigo para novos comerciantes de print on demand são os aspectos legais. Os designs oferecidos devem ser originais e você deve estar ciente das leis de direitos autorais e marcas registradas para evitar quaisquer problemas jurídicos que possam colocar sua empresa em risco de ação judicial.


No Brasil, as criações são protegidas pela Lei nº 9.610/98, segundo a qual qualquer uso ou reprodução deve ter autorização prévia do autor. Para se respeitar os direitos autorais, segundo artigo completo da Printful, é preciso fazer referência ao autor de qualquer imagem ou frase que não seja sua, evitar réplicas e buscar as fontes de imagem gratuitas ou personagens que já estejam em domínio público.



Como posso criar uma loja de print on demand com o Wix?


O Wix eCommerce oferece integrações com as principais empresas de print on demand, como Printful e Modalyst, basta pesquisar no Wix App Market. Depois de selecionar seu parceiro, você pode importar os produtos para sua loja Wix e personalizar listagens, preços e políticas de frete para eCommerce antes de colocá-los à venda. Confira também nossos templates para loja virtual e inspire-se em nossos incríveis modelos de site.


Pronto para começar a vender online? Saiba como a solução de print on demand do Wix pode fornecer as ferramentas necessárias para você começar com o pé direito.



Por Hanna Kimelblat

Blogger & Growth Marketing Expert - Português

pt03.png
bottom of page