Quanto custa um site profissional?

Atualizado: Fev 27



Um dos principais impedimentos para as pequenas empresas que estão procurando criar um site é o seu custo e tudo que está associado a esse tema. É verdade, um site pode custar muito dinheiro, não necessariamente precisa ser assim. Pesquisando bem e tendo o conhecimento necessário sobre o que você necessita ter em seu site, o preço pode cair significativamente.


Tendo dito isso, estamos quase em 2020 e uma pequena empresa não pode cometer o erro de não ter uma presença online. A seguir vamos analisar o que está associado a um site e te mostrar todas as opções para que você tenha uma ideia melhor do que pode ser o custo para ter seu próprio site.


Quais elementos formam um site?


Muitas pessoas olham para um site e o enxergam como uma coisa só. As pessoas tendem a confundir a diferença entre um site e a "experiência" que é composta pelo próprio site, um domínio e a hospedagem do site na rede:


Site: É com isso que a maioria das pessoas está familiarizada, por ser o conteúdo visível que aparece quando o endereço é digitado na barra do navegador. O site em si é criado por um web designer profissional usando programação, ou através de uma plataforma de criação de sites.


Domínio: Da mesma forma que você necessita do endereço para chegar na casa de alguém, também necessita de um endereço para chegar em qualquer site (até no seu próprio site). Este endereço é chamado de nome de domínio, como por exemplo biscoitosdajoana.com.br. Mesmo se alguém encontrar o seu site através de um link no Google, esse link está associado ao seu domínio e a uma página específica do seu site, como a página inicial ou a página de compra.


Os domínios sempre terminam com um “sufixo” específico - que pode ser .com, .gov, .com.br ou qualquer uma entre as muitas opções à disposição.


Hospedagem na rede: Apesar dessa ser uma parte do processo frequentemente ignorada pela maioria do público, a hospedagem é extremamente necessária. Para ser acessado na internet, o site precisa estar enraizado em alguma lugar, portanto precisa ter um local para ser hospedado. Podemos fazer uma analogia, imagine que o domínio é o endereço. Neste caso, a casa seria a hospedagem e o site seriam os móveis e a decoração, que se encontram dentro da casa e definem sua atmosfera. Assim, o hospedeiro é a empresa que abriga seu site e faz com que esteja disponível para ser acessado na internet.





O que preciso saber antes de comprar um site?


Agora que já analisamos os componentes principais da "experiência" site, chegou o momento de acertar alguns detalhes e verificar certas coisas que você deve buscar antes de correr para buscar seu cartão de crédito.


Pesquise

Não é nenhuma surpresa que nós recomendaríamos fazer uma pesquisa. Para isso, é importante saber o que você está procurando. Veja a seguir alguns pontos específicos que você deve investigar a respeito do seu futuro site.


Empresas de hospedagem


Você provavelmente vai ver que planos de hospedagem já vêm com muitos “recursos” extras à sua disposição. Os planos de hospedagem não apenas hospedam seu site, mas também é comum encontrar no mesmo pacote espaço de armazenagem e largura de banda alocados junto com outros recursos adicionais. As empresas oferecem diversos planos, desde os mais acessíveis até aqueles um pouco mais caros, e cada um vem com recursos adicionais e melhorias para você aproveitar. Por exemplo, alguns planos oferecem um domínio grátis por um ano incluído, enquanto em outros não.


Hospedar seu site normalmente é sempre a parte mais cara de seu funcionamento, pelo menos a longo prazo. Mesmo que você pague muito para construir um site personalizado, hospedá-lo requer pagamentos mensais ou anuais, que acabam superando o custo do próprio site. Pense bastante na hora de tomar essa decisão. É importante que você pesquise as opções de hospedagem disponíveis. À medida que for fazendo isso, reflita sobre o que é mais importante para você e o que se encaixa no seu orçamento. Também é importante saber o que você não precisa em um plano de hospedagem ou então vai acabar se complicando e pagando por um monte de coisas supérfluas pelas quais não tem interesse, ou que ainda não está preparado para usar.


Pesquise as plataformas de site

Mesmo que você ache que já encontrou a plataforma ideal, é importante dar uma olhada no que as outras têm a oferecer. Pode até haver aquela plataforma que você nem tinha imaginado e que tem todas as opções certas para você.


Pesquisando as plataformas, você conhecerá as ferramentas que estão disponíveis no mercado. Existe um construtor de sites avançado? É possível adicionar linhas de código? Será que programação é a única forma de construir um site? Estas pequenas perguntas podem ter um grande impacto ao longo desse caminho. Por isso, é bom você saber quais são suas opções de imediato.


Inspire-se em outros sites

Esteja você planejando contratar um web designer para construir seu site ou disposto a fazer isso por conta própria, é necessário primeiro ter uma ideia de como quer o seu próprio site. Essa parte da pesquisa é bem divertida, pois permite soltar sua criatividade e juntar partes de diferentes sites para criar um só. Em seguida, quando você estiver pronto para construir seu site ou para consultar seu web designer, mostre suas ideias concretas de como está querendo seu site. Nenhum designer vai querer escutar de você “quero que pareça o site da Amazon” ou qualquer coisa que indique você não fez o dever de casa.


Dê uma olhada em blogs de marketing online

Um excelente site tem uma aparência atualizada e moderna. E não estamos falando só de um esquema de cores com todo o estilo. Exatamente como a moda, o web design também está repleto das suas próprias tendências e isso é um assunto a ser pesquisado enquanto estiver planejando seu site. Os clientes se sentem atraídos por um site que tenha um design lindo e moderno. Dessa forma, faça a sua parte quando for pesquisar, procure o que está bombando em termos de web design e aplique o que descobriu ao site que planeja construir por conta própria ou então comunique essas ideias ao seu web designer.





Quais são as minhas necessidades em termos de site?

Após fazer toda essa pesquisa sobre hospedagem, ferramentas, plataformas e elementos de design, é chegada a hora de colocar tudo no papel e descobrir quais são exatamente as necessidades do seu site. Ao colocar tudo na ponta do lápis, você poderá resolver se vai tentar construir seu site por conta própria, caso seja bem simples, ou se vai contratar um web designer para um site bem mais complexo.


Primeiramente, comece com o básico. Por exemplo, decidir quantas páginas você considera que seu site necessita. Se está tendo dificuldade para determinar o número de páginas, volte e dê uma olhada em alguns sites inspiradores e veja quantas páginas eles têm. Um site padrão tem pelo menos as páginas “Inicial”, “Sobre” e “Contato”.


Você vai oferecer um serviço ou vai criar uma loja virtual? É preciso uma página dedicada a isso também. Pode ser necessário aprofundar-se um pouco mais para saber se sua empresa de hospedagem requer um tipo específico de pacote premium para que você possa aceitar pagamentos através do seu site. Parece confuso? Dê uma olhada no nosso guia sobre como construir um site do zero que você vai achar extremamente útil.



Devo escolher uma plataforma de criação de sites?


Escolher uma plataforma de criação de sites provavelmente não se trata de uma preferência pessoal, e sim de uma escolha de como você quer que seja seu site. Sites baseados em programação personalizada podem ter capacidades muito além do que é oferecido por um construtor de sites do tipo arrasta e solta. Veja tudo o que você já pesquisou para saber se a plataforma específica escolhida tem capacidade para tudo o que você quer no seu site.


Se você se sente confortável com programação, e não se importa de colocar as mãos na massa, então essa deve ser uma decisão fácil de ser tomada. Mas se não sabe nada de programação, não tem interesse em aprender e não quer contratar alguém que entenda, então a sua melhor opção são os construtores de site do estilo arrasta e solta. Estas plataformas, como o Wix, proporcionam um site do tipo “aquilo que você vê é o que você vai ter” - tudo sem necessidade de programar. E para os audaciosos que existem por aí, é possível habilitar o Wix Corvid para se aventurarem na programação sem necessariamente serem especialistas.


O Wix te permite construir seu site de ponta-a-ponta gratuitamente. Você não precisa pagar nada até ficar absolutamente satisfeito com o site que está criando, e querer conectar seu domínio.



Devo fazer por conta própria ou devo contratar um designer?


Você já fez sua pesquisa, estabeleceu os fundamentos do seu site e agora precisa começar a trabalhar. Mas em quais mãos vai cair esse trabalho? Agora é o momento de decidir se você vai tentar fazer por conta própria usando um construtor de sites ou se vai contratar um web designer.


Partir pelo caminho de fazer por conta própria definitivamente é a opção mais barata se você tem um orçamento apertado, mas vai ficar com você todo o trabalho pesado, criação do design e tudo mais. Contratar um designer vai tirar de cima de você todo essa carga de trabalho. Entretanto, dependendo dos honorários do designer e da complexidade do site, você vai acabar por ter uma conta na faixa dos quatro dígitos quando tudo estiver resolvido, apesar de que esse não deve ser o caso para sites mais simples.


Manutenção é algo que possivelmente você ainda não considerou. Aliás, manutenção é uma faca de dois gumes. Apesar de ser ótimo ter essa paz de espírito de saber que alguém está cuidando de toda a manutenção e de tudo relacionado ao seu site, ao mesmo tempo, também pode ser bem inconveniente ter que ligar ou mandar email cada vez que você quer fazer uma pequena alteração no site.


Se você quer ter o melhor desses dois mundos, sempre pode contratar um designer para criar seu site e depois entregá-lo a você para que continue cuidando da manutenção. O Editor Wix HTML5 é avançado, mas mantém-se incrivelmente fácil de usar para fazer alterações mesmo com o site em funcionamento.





Quanto custa um site?


Então, depois de todas as considerações acima, é fácil ver que o custo de um site pode variar muito. Os principais fatores vão depender da plataforma na qual vai construir o site e se você está planejando ou não contratar um designer para criar seu site.


Sites simples: Para um site claro e informativo você não precisa gastar uma fortuna. Se vai construir seu site você mesmo e escolher um plano de hospedagem básico e comprar seu domínio, no primeiro ano vai gastar em torno de uns R$200,00.


Sites semi-avançados: Se seu site requer recursos para receber pagamentos como venda de ingressos, uma loja virtual, ou um serviço de agendamento, você já pode pensar em preços um pouco mais caros para os planos de hospedagem mensais. Neste caso, também estamos levando em consideração que você mesmo construiu seu próprio site.


Site personalizado construído por um designer: Se optar por contratar um designer, deve esperar pagar muito mais. Esse valor pode variar devido à complexidade do próprio site. Dependendo do número de páginas você pode acabar por pagar pelo seu site até alguns milhares de reais.



pt03.png