Frete de E-commerce: Um guia sobre envios de loja online

Atualizado: 15 de jun.


Um guia sobre envios de loja online


Então você decidiu montar sua loja online? Parabéns! O e-commerce mostrou um crescimento enorme na última década, mais que dobrando a porcentagem do total de vendas no varejo. À medida que o e-commerce cresce, ter a capacidade de atender os clientes de maneira transparente e eficiente será um diferencial importante para qualquer loja online.


Sendo você uma empresa estabelecida que deseja realizar operações on-line para melhor atender seus clientes ou alguém apenas querendo começar a criar um site, há uma área em que você precisa começar a pensar que é central para toda a operação: o frete.


Alguns podem ver o frete como uma parte mais do processo de comércio eletrônico, mas este não deveria ser o caso.


O envio é a oportunidade da sua empresa de – literalmente – entregar o ato final de uma experiência incrível para o cliente.


Pense nisso, você teve um "trabalhão" para desenvolver ou apresentar um produto incrível, trazer pessoas ao seu site, proporcionar uma excelente experiência de compra e levar os consumidores à página de checkout de maneira simples. Então, por que parar por aí?



Crie uma loja virtual


Com uma experiência de envio eficiente, você tem a oportunidade de impressionar os clientes ainda mais. Você pode elevar o conceito de atendimento ao cliente ao mais alto grau. Falaremos disso mais adiante neste artigo. Mas estar convicto da importância do frete como parte da experiência geral da sua marca é fundamental.



Como fazer o envio dos produtos para seus clientes


O processo de entrega no e-commerce ocorre em 4 etapas principais: notificação, coleta, encaminhamento e entrega efetiva. Contaremos sobre cada uma dessas etapas e como elas devem ocorrer para que você obtenha os melhores resultados.



Notificação do e-commerce


A primeira etapa da entrega no e-commerce é a notificação, ou seja, o momento em que a loja virtual recebe o aviso de um novo pedido. Logo depois, o produto selecionado deve ser separado do estoque da loja para envio.


Nesta etapa, devem ocorrer as seguintes verificações:


  • Validação do endereço;

  • Confirmação de que o produto está em estoque;

  • Emissão da fatura;

  • Definir a melhor operadora (falaremos mais sobre isso)

  • Classificação do pedido para data, peso, local de envio e outros dados relevantes para o envio.



Coleta dos pedidos


Com a lista de pedidos recebidos, é necessário manter os seus processos organizados para evitar confusão, tanto da sua parte como dos fornecedores. É importante que a comunicação com o fornecedor seja perfeita e sem ruídos, para evitar erros na hora da coleta dos pedidos, principalmente se você não possui um estoque próprio.


Organize seu local com prateleiras, lixeiras, bolsas, caixas empilhadas ou o que preferir para manter os produtos prontos para uma separação rápida.


Este é o momento também de escolher a melhor embalagem para seu produto. Nesta hora, é preciso considerar o peso e o formato da mercadoria, lembrando que a embalagem final também irá impactar no valor do frete (não gaste fortunas nas suas embalagens).


É importante comentar que hoje em dia os clientes esperam ter a melhor experiência de compra possível, e isso inclui uma embalagem funcional e esteticamente bonita.



Escolha a melhor embalagem


Roteiro das mercadorias


O frete é um dos pontos cruciais nos lucros de um e-commerce. E calcular frete com calma, entender o processo e saber exatamente as melhores opções, te colocará em uma posição acima dos competidores. Quando mal calculado, você não só está sujeito a perder vendas como pode ver sua margem indo "por água abaixo" no pagamento da transportadora. Nesta etapa do processo de entrega no e-commerce, é importante que a roteirização dos pedidos seja feita de forma eficiente.


Roteirizar significa classificar os pedidos de acordo com a localização que serão enviados para que seja feita uma mesma rota ou envio para locais próximos, economizando, assim, dinheiro para o seu negócio.


Para quem iniciou a classificação dos pedidos na etapa de notificação, esse deverá ser um passo mais simples. Finalizada a roteirização, é o momento da entrega dos pedidos para a empresa indicada.



Envio


A escolha da transportadora na entrega no e-commerce depende de vários fatores. Em geral, as lojas virtuais possuem duas opções: enviar pelos correios ou por uma empresa privada. Em qualquer uma das escolhas, o valor do frete vai depender de três fatores: CEP de envio, peso e tamanho do objeto, e opção de envio.


Se optar pelos Correios, você terá a opção de ir até a sede mais próxima do seu negócio ou, dependendo do volume de entregas, poderá firmar um contrato para obter alguns benefícios, como a coleta dos produtos no seu estabelecimento.


Mas você já ouviu falar da Kangu? Kangu é uma plataforma de envios gratuita que simplifica envios e dá acesso às lojas online a fretes mais baratos com os Correios e diversas transportadoras, sem necessidade de contrato, envio mínimo ou mensalidade.



Opções de envios via Kangu


É possível oferecer opções competitivas de frete direto nos checkouts, significando mais opções de frete e menos abandono de carrinho.


As postagens podem ser feitas em mais de 2.800 pontos credenciados, os Pontos Kangu, sem pegar filas, ou mesmo nas agências dos Correios.


A logística da Kangu diminui drasticamente o tempo de espera de um lojista nas filas para postagem dos produtos. Em São Paulo, por exemplo, existe um ponto Kangu a praticamente cada quilômetro. Os pontos são estabelecimentos comerciais de bairro credenciados e preparados para receber os pacotes. A Kangu aumenta o fluxo de clientes dentro desses comércios, ocupa espaços antes ociosos e ajuda a gerar renda extra para os pequenos empreendedores, incentivando assim o comércio local e o online ao mesmo tempo.


As rotas dos motoristas Kangu são sempre pelos mesmos bairros, com modais adequados e os carros nunca estão vazios. São milhões de envios com um alto volume de pacotes. A Kangu consegue negociar contratos com preços menores e esses valores são repassados aos lojistas que possuem um baixo volume de vendas e não conseguem negociar diretamente com grandes transportadoras. Além de oferecer facilidade de gestão de envios, já que é possível gerenciar pedidos de diversas transportadoras em um lugar só.



Seja transparente sobre as possibilidades de frete


Você pode até estar convicto de que possui as melhores alternativas de frete para oferecer ao seu cliente, mas isto de nada adiantará se ele não tiver acesso a todas as informações. Sendo assim, não esqueça de divulgar no seu site, na parte de "perguntas frequentes" ou em qualquer outra que preferir. Não esqueça também de informar sobre suas políticas de troca e devolução.


E a última dica: Se possível, ofereça frete grátis. Ou seja, assuma você o custo do envio. É claro que isto poderá ser viabilizado apenas se o valor médio de uma compra na sua loja for alto o suficiente para que você ofereça este "benefício". Se não for possível, adote estratégias menos agressivas e leve em consideração que a maior causa de desistência de uma compra online é o valor do frete.




Por Bernardo Schanz

Blogger & Growth Marketing Specialist - Português

pt03.png