top of page

Como fazer dropshipping em 8 passos simples

Atualizado: há 1 dia


Capa do artigo sobre como fazer dropshipping.

Atualizado em: Janeiro 2024


Dropshipping é um método de processamento de pedidos de varejo no qual a loja não mantém em estoque os produtos que comercializa. Em vez disso, ao vender um produto, a loja compra o item de um fornecedor terceirizado, que o envia diretamente ao cliente.





A vantagem do dropshipping é que ele permite criar uma loja virtual sem as complicações de produção, gestão de estoque e distribuição. Você é o intermediário entre o cliente e o fornecedor, recebendo os pedidos e prestando atendimento ao cliente, enquanto o fornecedor cuida do resto. É um mundo de oportunidades na palma da sua mão.



Neste artigo, explicaremos como trabalhar com dropshipping no eCommerce e apresentaremos um guia passo a passo sobre como fazer dropshipping.



O que é dropshipping?


Dropshipping é um método de processamento de pedidos de varejo no qual os comerciantes listam produtos para venda no seu site, mas não mantêm estoque físico dos mesmos. Assim, quando um pedido é feito, o comerciante adquire o produto de um fornecedor terceirizado de dropshipping, que, por sua vez, envia o produto diretamente para o cliente. O comerciante atua como intermediário entre o fornecedor e o cliente.


Quando estiver aprendendo sobre como montar um eCommerce, você perceberá que o dropshipping é um modelo com custo inicial mínimo, pois não há necessidade de manter estoque, pagar por espaço de depósito ou gerenciar o processamento de pedidos. Você também não precisa se preocupar com a produção. Isso mantém suas despesas com logística para eCommerce muito mais baixas do que seriam em um negócio de varejo tradicional.



Visao geral do processo de como fazer dropshipping.



Como funciona o dropshipping?


O processo para esse tipo de negócio é simples:


  • Você lista um produto para venda no seu site: Todo fornecedor ou marketplace de dropshipping oferece um catálogo de produtos para escolha.


Por exemplo, com o Dropi, você pode automatizar a importação de produtos e pedidos via AliExpress, CJ dropshipping e fornecedores nacionais. Já com o Modalyst você pode se conectar a milhares de marcas sofisticadas, além de realizar print on demand


  • O cliente efetua uma compra no seu site: Depois que você listar e definir o preço dos seus produtos, os clientes poderão comprá-los na sua loja virtual, como em um pedido online qualquer.


  • Você encaminha o pedido ao fornecedor: Com uma plataforma multifuncional como o Wix eCommerce, você pode encaminhar automaticamente os pedidos aos seus fornecedores para processamento.


  • O fornecedor cuida do resto: Ele prepara, embala e envia o produto diretamente ao seu cliente.



Como trabalhar com dropshipping utilizando as integracoes do Wix.


Como fazer dropshipping


Se você decidiu que esse é o negócio ideal para você, confira abaixo um guia completo sobre como começar no dropshipping. Há oito etapas principais:



1. Pesquise um nicho e escolha os produtos a serem vendidos


O dropshipping ocupa uma posição de destaque no setor de varejo. A Research And Markets estima que o dropshipping deva atingir a marca de US$ 591,77 bilhões até 2027, com uma taxa de crescimento anual esperada de 28,8% até 2025, segundo a Grand View Research.


Ao criar um negócio de dropshipping, você tem milhares – se não milhões – de produtos à disposição. Pode ser um desafio decidir o que vender para consolidar sua ideia de negócio.


Para encontrar seu foco, siga as etapas a seguir:


  • Pesquise seu público-alvo: Investigue seus valores, preferências, necessidades e comportamentos de compra. Dica profissional: evite usar declarações amplas para descrever seu nicho, como "entusiastas de atividades ao ar livre", "fãs de música" ou "mulheres jovens". Nichos amplos não têm foco e dificultam a atração de leads de alta qualidade ou a diferenciação de outros varejistas. Em vez disso, crie personas de clientes mais detalhadas e que o ajudem a se colocar no lugar deles. Observe que o dropshipping permite que você faça mais experiências com o seu catálogo do que o varejo tradicional, pois não é necessário fazer pré-encomendas e armazenar estoque.


  • Pesquise produtos em alta: Quais categorias são populares entre seus clientes-alvo e quais produtos estão em alta? Use recursos como o Google Trends, o Planejador de palavras-chave do Google, redes sociais e marketplaces online (como Amazon, AliExpress, Magazine Luiza e Mercado Livre) para ver o que os clientes estão comprando atualmente.  De acordo com o mesmo relatório da Grand View Research citado anteriormente, os principais segmentos de produtos de dropshipping são: brinquedos, hobbies e DIY; eletrônicos e mídia; móveis e eletrodomésticos; produtos alimentícios e de cuidados pessoais.


  • Faça uma análise da concorrência: Elabore uma lista dos seus principais concorrentes. O que eles estão vendendo bem? Que tipo de conteúdo gera mais engajamento dos seguidores nas redes sociais? Estude os sites dos concorrentes para ver como eles precificam, descrevem e comercializam seus produtos. Inscreva-se nas suas listas de email para obter informações sobre suas táticas de marketing. O que você pode aprender com eles e, por outro lado, o que você pode fazer de diferente para estabelecer sua proposta de venda exclusiva (unique selling proposition — USP)?


  • Determine sua ideia de negócio: Depois de pesquisar e escolher um nicho, determine o espectro de produtos que você deseja vender e como combiná-los entre si. Por exemplo, se você começar um negócio online de decoração para casa vendendo itens de grande valor, como móveis, você também disponibilizará acessórios menores, como luminárias, almofadas decorativas e tapetes? A vantagem do dropshipping é que você não precisa se preocupar com excesso de estoque. Se os produtos não venderem bem ou se uma tendência passar, você poderá facilmente trocar os itens do seu catálogo de produtos.


  • Aprimore sua loja atual: Se você já tem uma loja virtual e deseja usar o dropshipping para aumentar seu estoque, provavelmente já tem uma ideia clara dos produtos que deseja vender. Verifique se os itens de dropshipping complementam o acervo existente e se eles correspondem à faixa de preço do seu público, ao mesmo tempo garantindo que você obtenha lucro líquido.



Dicas de como aprimorar seu negocio de dropshipping.


2. Selecione a plataforma de eCommerce certa


Para criar um negócio de dropshipping de sucesso, é necessário ter as ferramentas necessárias à disposição. Idealmente, as melhores plataformas de eCommerce disponibilizarão recursos e integrações fáceis de usar, além de uma infraestrutura segura e estável. É aí que entra o Wix.


A solução Wix eCommerce oferece recursos de dropshipping integrados, bem como um conjunto de ferramentas profissionais para criar, projetar, gerenciar e expandir sua loja virtual. Você pode conectar sua loja ao marketplace do Modalyst e importar facilmente produtos do amplo catálogo do fornecedor.





Defina seus preços, descrições de produtos, políticas de remessa e opções de pagamento diretamente no painel de controle do Wix. E não para por aí: o Wix sincroniza automaticamente o estoque para que não haja excesso de vendas acidental em nenhum canal – quer você opte por vender em sua loja virtual, em um marketplace de eCommerce (como a Amazon) e/ou em plataformas de rede social.



3. Faça parceria com os fornecedores de dropshipping adequados


Encontrar ótimos fornecedores é fundamental para o sucesso: pesquisas do setor apontam que 84% dos comerciantes de dropshipping consideram o processo de encontrar um bom fornecedor o obstáculo mais significativo no processo de triagem do negócio.


Você precisa de um fornecedor que não apenas possa atender a uma pequena escala de encomendas, mas que também consiga acompanhar o crescimento do seu negócio.


Felizmente, há várias opções para encontrar o fornecedor adequado:



  • Fornecedores independentes: Você pode pesquisar fornecedores de dropshipping diretamente no Google. Consulte as avaliações, converse com outros vendedores (se possível) e examine os fornecedores cuidadosamente. É claro, encontrar fornecedores de forma individual pode exigir muito tempo e esforço.


  • Marketplaces de dropshipping: Outra alternativa é encontrar fornecedores por meio de um marketplace de dropshipping, que pode conectar você a uma ampla gama de parceiros previamente aprovados. Escolha um marketplace que se integre à sua plataforma de eCommerce. Com o Wix eCommerce, você pode navegar e instalar uma grande variedade de plataformas de dropshipping por meio do Wix App Market.


  • Print on demand (POD): Para uma oferta mais personalizada, é melhor fazer a integração com uma plataforma POD, como Modalyst, Printful ou Printify. A impressão sob demanda é uma forma de dropshipping que permite vender produtos personalizados com seu design ou logotipo. Assim como no dropshipping tradicional, você pode selecionar entre centenas de produtos e deixar a impressão e o processamento a cargo do seu fornecedor.


Ao considerar com quais fornecedores trabalhar, verifique se eles apresentam estimativas de envio realistas e transparentes. Lembre-se de que a proximidade de um fornecedor com as regiões para as quais você faz remessas pode afetar os prazos de envio e a experiência geral do cliente. Peça amostras dos seus produtos e use as avaliações de outros comerciantes para ajudar a avaliar a confiabilidade do fornecedor.



Uma parte essencial de como trabalhar com dropshipping e escolher os melhores fornecedores.


4. Crie sua loja de eCommerce


Assim como uma loja física linda atrai clientes, uma loja virtual cuidadosamente projetada aumentará sua credibilidade e fará com que os clientes permaneçam na loja e se sintam seguros para clicar em "comprar". É a base de como fazer dropshipping.


Com o Wix eCommerce, você pode criar um site profissional e responsivo usando um editor de sites intuitivo. Siga estas etapas para começar:


  • Escolha um template: Escolha um dos nossos melhores templates para loja virtual e deixe o design do seu site perfeito desde o início. Selecione um que se adapte à sua marca, estilo e mercado-alvo e, em seguida, personalize o conteúdo para deixar o site com a sua cara.


  • Desenvolva uma identidade de marca: Crie uma estratégia de marca coesa, desde uma declaração de conceito que destaque seus valores essenciais até a identidade visual. Escolha um nome que reflita a história, a missão e/ou a personalidade da sua marca (será preciso criar um nome para loja virtual e um registro de domínio correspondente, além de criar um logo grátis usando o criador de logotipo do Wix).


  • Conecte-se a uma plataforma de dropshipping: Instale o aplicativo de dropshipping ou POD escolhido acessando o Wix App Market, procurando uma plataforma de dropshipping e clicando no botão "Adicionar ao site". Crie uma conta na plataforma escolhida e comece a pesquisar produtos incríveis.


  • Adicione produtos e descrições: Depois de escolher e importar os produtos para a sua loja, evite o impulso de simplesmente copiar e colar as descrições de produtos do seu fornecedor. Dedique um tempo para escrever descrições que se enquadrem no tom do seu negócio e sejam otimizadas para motores de busca.


  • Defina os preços e as regras de envio: Ao definir os preços, leve em conta os custos do fornecedor e de envio, bem como quaisquer despesas comerciais adicionais. Considere a concorrência, os diferenciais e as vantagens que você pode oferecer (por exemplo, frete grátis ou padrões de entrega diferenciados). Em seguida, estabeleça uma estratégia de preços de dropshipping que mantenha seus produtos competitivos e acessíveis.


Como regra geral, evite competir apenas com base no preço. Essa é uma estratégia desvantajosa para a maioria das empresas, e inevitavelmente colocará você constantemente em guerras de preços. 


  • Seja transparente: Conheça as políticas de envio e devolução dos seus fornecedores para que você possa estabelecer políticas claras para sua loja. Os clientes precisam saber o que esperar ao comprar de você.


  • Otimize a vitrine da sua loja: Analise sua loja virtual do ponto de vista dos seus clientes para entender melhor a experiência deles. Ela é fácil de navegar? Permita que os clientes encontrem facilmente o que desejam, criando filtros, categorias e coleções para seus produtos de acordo com a maneira como eles costumam fazer compras. Isso pode ser complicado no início, mas não tenha medo de pedir feedback e fazer ajustes adicionais quando necessário


  • Otimize o fluxo de checkout: Mantenha os clientes satisfeitos oferecendo várias opções de pagamento no seu site. Conecte sua loja ao Wix Pagamentos, que permite que você aceite cartões de débito/crédito, Apple Pay, Pay Now by Klarna e outros métodos de pagamento populares.


  • Publique o site: Clique no botão "Publicar" e torne sua loja acessível ao mundo. 





Parabéns: seu trabalho árduo valeu a pena e agora você está no mundo dos negócios.



5. Estabeleça um processo de atendimento de pedidos com seus fornecedores


Depois de vender um produto, você precisará de um processo para encaminhar esses pedidos aos seus fornecedores. Os melhores processos são automatizados, economizando tempo e reduzindo a possibilidade de erros.


Ter um processo de atendimento automatizado é especialmente importante à medida que seu negócio cresce e o volume de pedidos se multiplica. Ao avaliar as opções de plataformas, observe as diferenças entre as soluções de processamento de pedidos e, por fim, selecione a que melhor se adapta ao seu negócio.


Por exemplo, alguns aplicativos de dropshipping e POD são mais manuais, exigindo que você clique em alguns botões para confirmar e enviar pedidos ao seu fornecedor. Outros, como a integração Wix-Modalyst, são automatizados, direcionando os pedidos para seus fornecedores e alterando o status dos pedidos em tempo real.


Independentemente de você enviar pedidos manualmente ou de forma automatizada ao fornecedor, não deixe de definir um processo de atendimento que satisfaça as necessidades das suas operações comerciais e crie uma experiência impecável para o cliente. Isso ajudará a aumentar a satisfação do cliente e pode até minimizar as taxas de devolução.


Dica profissional: A marca própria, ou dropshipping de marca própria, é um serviço complementar cada vez mais popular e que você pode considerar ao começar a entender como fazer dropshipping. Na marca própria, o fornecedor acrescenta sua marca e/ou rótulo à embalagem do produto durante o processamento do pedido.


Você paga um pouco mais para que o produto tenha uma aparência exclusiva. Embora isso possa reduzir sua margem de lucro, embalagens para eCommerce com a sua marca criam confiança, têm aparência profissional e ajudam os clientes a se lembrar do seu negócio.



6. Divulgue seu negócio de dropshipping


Como dropshipper, a maior parte do seu tempo será gasta atraindo atenção para sua loja. Sua principal responsabilidade é desenvolver uma marca sólida, que conquiste a confiança dos seus clientes. Comece a divulgar a marca com um plano de marketing bem-elaborado que inclua os seguintes elementos:


  • SEO (otimização para motores de busca): O SEO é fundamental para aumentar sua visibilidade online e permitir que os compradores encontrem seus produtos com mais facilidade em motores de busca, como o Google. Impulsione as páginas dos seus produtos com descrições e conteúdo exclusivos que levem em conta fatores de SEO on-page (considere palavras-chave de cauda curta e cauda longa, meta descrições e muito mais).


Você pode até criar um blog que possibilite a publicação regular de conteúdo e alcance os compradores em vários estágios da jornada do cliente.


  • Email marketing: Mantenha sua marca em destaque com uma estratégia de email marketing criteriosa. Você pode incentivar os visitantes do site a se inscrever na sua lista de emails oferecendo um desconto especial ou um brinde pela inscrição. Use o email para engajar os clientes em vários estágios da jornada (por exemplo, envie emails de carrinho abandonado lembrando-os de concluir uma compra ou solicite feedback sobre um produto comprado recentemente). 


Emails promocionais também podem fazer com que os clientes voltem, além de apresentar informações sobre produtos e campanhas sazonais interessantes para seu público-alvo.


  • Redes sociais: Hoje em dia, um vídeo viral no TikTok ou um Instagram Reel pode levar seu produto a milhões de clientes em potencial. Ao criar uma estratégia de redes sociais, seja seletivo quanto aos canais nos quais investe seu tempo e dinheiro. É melhor começar com um ou dois canais estratégicos do que testar cegamente todos os canais possíveis – cada canal tem suas próprias peculiaridades e algoritmos, com os quais você precisará se acostumar.


Teste vários tipos de conteúdo, como vídeos, concursos de hashtag e posts com conteúdo gerado pelo usuário. Se couber no orçamento, a parceria com influenciadores que se alinhem à sua marca é um método de marketing eficaz para dropshipping.


  • Anúncios pagos: Alcance novos clientes com campanhas de anúncios direcionados no Facebook, Instagram, YouTube e motores de busca, como o Google. Faça experiências com vários tipos de anúncios até encontrar o que funciona para seu negócio. Os usuários do Wix podem aproveitar os anúncios do Facebook e do Google Ads integrados no painel de controle do site.



Dicas de como comecar no dropshipping: anuncios pagos.


7. Expanda para outros canais de vendas


Embora você queira criar uma loja virtual sólida, vale a pena disponibilizar seus produtos em outros canais que tenham um público amplo e estabelecido. Talvez você descubra que determinados produtos vendem melhor no seu site, enquanto outros vendem como água na Amazon.


Dito isso, é preciso avaliar com estratégia esses canais de venda. Cada canal envolve uma importante curva de aprendizado. Desde a definição de preços competitivos para seus produtos até a compreensão de como manter a conformidade com os requisitos de listagem, há muito que você precisa entender antes de fazer uma venda.


Felizmente, ao usar uma ferramenta como a venda multicanal do Wix, você pode automatizar e gerenciar melhor determinados processos. Por exemplo, é possível importar facilmente os produtos da sua loja para a Amazon ou o eBay, mantendo a possibilidade de personalizar sua oferta para cada canal. Além disso, você pode evitar as dificuldades envolvidas na gestão de uma estratégia multicanal, como manter o estoque sincronizado e encaminhar os pedidos para o parceiro de atendimento correto.


Sejam quais forem os canais escolhidos, não deixe de acompanhar de perto o desempenho deles. Teste várias ofertas, mensagens e/ou sortimentos de produtos para descobrir o que ressoa melhor em cada público-alvo.



Como fazer dropshipping: expanda para outros canais de venda.


8. Otimize seu negócio de dropshipping


Quando o assunto é como começar um negócio, uma coisa é certa: sempre há espaço para melhorias. É por isso que, desde o início, você deve definir metas claras e mensuráveis que ajudem a orientar o crescimento do negócio.


Use ferramentas de avaliação do desempenho, como web analytics, Google Analytics e Google Search Console, para obter insights valiosos sobre o que está funcionando — e o que não está. Há vários indicadores-chave de desempenho (KPIs) que você pode e deve medir. Vamos citar alguns:


  • Aumento do tráfego: Qual é a tendência de aumento do tráfego do seu site ao longo do tempo? De quais locais as pessoas estão acessando seu site e com quais páginas elas tendem a se envolver?


  • Taxa de conversão: Quantos visitantes do site acabam efetivamente comprando? A taxa de conversão varia de acordo com o nicho e o setor, mas várias estimativas indicam que 3% é uma boa referência.


  • Vendas mensais e margem de lucro: Quanto retorno sobre investimento (ROI) você está obtendo com suas iniciativas de marketing e publicidade? Novamente, a margem de lucro pode variar dependendo do que você vende, mas estimativas colocam uma boa faixa entre 10% e 30%.


  • Tendências de compra: Quais produtos estão sendo mais vendidos e por quê? A demanda por esses produtos é consistente durante todo o ano, sazonal etc.?


  • Valor médio do pedido (AOV): Você vê alguma oportunidade de fazer upsell e cross-sell para os clientes e, assim, influenciar o aumento do volume dos carrinhos?


  • Retenção de clientes: Quantos clientes são novos e quantos retornam em um determinado período de tempo? Há alguma maneira de incentivar os clientes recorrentes e recompensar sua fidelidade? Quanto você está investindo em fidelização de clientes?


  • Taxa de abandono de carrinho: 78% dos consumidores abandonam o carrinho antes de finalizar a compra. Quantas pessoas estão saindo do seu site antes de concluir o pedido? Há algum problema com o fluxo de checkout do seu eCommerce ou com as opções de pagamento? Saiba como recuperar essas vendas no nosso artigo sobre carrinhos abandonados.


Ao estabelecer continuamente novas metas e identificar maneiras de melhorar, você pode otimizar seu negócio, promovendo o crescimento sustentável e o sucesso.



Todas as etapas de como trabalhar com dropshipping.


Dicas de como começar um negócio de dropshipping


Você aprendeu tudo o que precisa sobre como fazer dropshipping, e chegou a hora de fazer seu negócio decolar. Aqui estão algumas dicas adicionais para criar um negócio de dropshipping:


  • Defina expectativas realistas: Não espere ficar rico rapidamente com dropshipping. É preciso tempo e esforço para criar um negócio bem-sucedido. Algumas estimativas dizem que é possível obter lucro em cerca de três meses, mas esse prazo pode variar dependendo de vários fatores, inclusive quanto tempo e energia você tem disponível para investir no seu negócio.


  • Mantenha-se atualizado sobre as tendências: O mercado de dropshipping está em constante mudança, portanto, é importante manter-se atualizado sobre as últimas tendências. Isso ajudará você a encontrar produtos que estão em alta e que venderão bem.


  • Ofereça preços competitivos: Uma das melhores maneiras de atrair clientes é oferecer preços competitivos. No entanto, você precisa ter certeza de que ainda terá lucro depois de levar em conta o custo do produto, o frete e outras despesas. 


  • Realize campanhas de marketing eficazes: Você precisa informar as pessoas sobre seu negócio de dropshipping se quiser gerar vendas. Há muitas maneiras de divulgar um negócio, desde as redes sociais até o email marketing e a publicidade.


  • Crie uma marca forte: Sua marca é o que o diferenciará dos seus concorrentes. Garanta que sua marca seja consistente em todos os seus ativos de marketing e no seu site.


  • Acompanhe os resultados: É importante acompanhar seus resultados para que você possa ver o que está funcionando e o que não está. Isso o ajudará a fazer os ajustes necessários no seu negócio para aumentar as chances de sucesso.



Dicas de como fazer dropshipping: acompanhe os resultados.


Quanto custa abrir um negócio de dropshipping?


O custo de iniciar um negócio de dropshipping varia de acordo com uma série de fatores, como os produtos que você vende, a plataforma utilizada e a estratégia de marketing. No entanto, você pode começar com apenas US$ 100 a US$ 500, de acordo com a Fit Small Business.


Alguns dos custos iniciais previstos são os de uma plataforma de dropshipping, nome de domínio, hospedagem web, pesquisa de produtos e marketing. Depois de cobrir esses valores, você pode esperar assumir custos contínuos, tais como:


  • Processamento de produtos: Esse é o custo de envio dos produtos para seus clientes. Esse custo varia de acordo com o peso e o tamanho dos produtos que você vende, bem como o método de envio escolhido.


  • Atendimento ao cliente: Você precisará fornecer atendimento ao cliente para seu negócio de dropshipping. Isso pode envolver custos de chat ao vivo, suporte por email e atendimento telefônico.


  • Marketing: Você precisará continuar a promover seu negócio de dropshipping para manter as vendas. Isso pode envolver custos de publicidade, marketing de redes sociais e email marketing.


O custo total para abrir e administrar um negócio de dropshipping varia de acordo com uma série de fatores. No entanto, você pode começar com pouco dinheiro e ampliar suas operações à medida que cresce.



Dropshipping é lucrativo?


Você talvez esteja se perguntando se o dropshipping vale a pena. O dropshipping pode ser um modelo de negócios lucrativo se for bem-conduzido, principalmente se você apostar no dropshipping de alto valor.


De acordo com a NicheDropshipping, dropshippers podem ganhar algo entre US$ 500 e US$ 3.000 por mês (pesquisa em inglês) no seu primeiro ano de negócios. Como acontece com quase tudo, esse valor está sujeito a variações, mas é evidente que ele pode ser um complemento de renda substancial, se não um substituto, quando seu negócio de dropshipping começar a crescer.



Entenda como fazer dropshipping e se e um negocio lucrativo.


Erros comuns ao abrir um negócio de dropshipping e como evitá-los


O dropshipping não é 100% infalível. Aqui estão alguns erros comuns ao abrir um negócio de dropshipping e como evitá-los:


  • Não pesquisar: Esse é um dos maiores erros que os iniciantes em dropshipping cometem. Antes de começar a vender qualquer produto, você precisa fazer uma pesquisa para ter certeza de que existe um mercado para ele. Também é necessário verificar se os fornecedores com os quais você está trabalhando são confiáveis e se eles oferecem produtos de alta qualidade.


  • Escolher os produtos errados: Nem todos os produtos são iguais. Ao escolher os produtos a serem vendidos, você precisa ter certeza de que eles têm alta demanda e que você pode obter lucro com eles. Também é preciso levar em conta a concorrência e certificar-se de que você está oferecendo algo exclusivo.


  • Definir expectativas irreais: O dropshipping pode ser um modelo de negócios lucrativo, mas é preciso tempo e esforço para criar um negócio bem-sucedido. Não espere ficar rico imediatamente.


  • Definir preços baixos para seus produtos: Para vender bem, é preciso definir um preço competitivo para seus produtos. No entanto, você não deve subvalorizá-los a ponto de não ganhar dinheiro.


  • Não promover o seu negócio: Não espere que as pessoas encontrem seu negócio de dropshipping se você não o promover. Você precisa criar um plano de marketing e usar uma variedade de canais para atingir seu público-alvo.


  • Não oferecer um bom atendimento ao cliente: O atendimento ao cliente é essencial para qualquer negócio, mas é especialmente importante para negócios de dropshipping. É fundamental responder prontamente às perguntas dos clientes e resolver rapidamente qualquer problema.


  • Não monitorar seus resultados: É importante monitorar seus resultados para que você possa ver o que está funcionando e o que não está. Isso ajudará você a fazer os ajustes necessários no seu negócio para aumentar suas chances de sucesso.



Perguntas frequentes sobre como trabalhar com dropshipping


Como um iniciante pode começar no dropshipping?


Se você é novato em dropshipping, é melhor começar com um plano. Aqui estão as cinco etapas básicas para fazer dropshipping:


  1. Escolha um nicho

  2. Encontre fornecedores confiáveis 

  3. Crie uma loja virtual

  4. Divulgue seu negócio

  5. Ofereça um excelente atendimento ao cliente



É possível iniciar dropshipping gratuitamente?


Sim, você pode começar a fazer dropshipping gratuitamente. Há muitas plataformas de dropshipping que oferecem planos grátis para iniciantes. No entanto, você precisará pagar por algumas despesas, como registro de nome de domínio e hospedagem web.



Como encontrar os melhores produtos para dropshipping?


Nem todo nicho de produtos é garantia de sucesso. Há alguns aspectos que você deve ter em mente ao escolher produtos para dropshipping:


  • Demanda: O produto deve estar em alta demanda, ou seja, deve haver muitas pessoas interessadas em comprá-lo.


  • Lucratividade: O produto deve ser lucrativo. Isso significa que você deve conseguir obter lucro depois de levar em conta o custo do produto, o envio e outras despesas.


  • Concorrência: O produto não deve envolver concorrência demais. Em outras palavras, não deve haver muitas outras empresas de dropshipping vendendo o mesmo produto.


  • Envio: O produto deve ser fácil de enviar e, portanto, preferencialmente pequeno e leve.


  • Política de troca: O produto deve ter uma política de troca adequada. Isso o ajudará a evitar problemas com clientes que não estejam satisfeitos com a compra.



Dropshipping pode ser fácil?


Pode, mas dá trabalho. Você precisa pesquisar, escolher os produtos certos e divulgar seu negócio de forma eficaz. Se estiver disposto a trabalhar com afinco, o dropshipping pode ser um modelo de negócios lucrativo.





Por Hanna Kimelblat

Blogger & Growth Marketing Expert - Português

pt03.png
bottom of page